Coronavírus

Estudo comprova que idade, sexo e fumo diminuem eficácia da vacina da Pfizer

Divulgação Agencia Brasil

O estudo foi realizado no Japão

Publicado em 22/11/2021, às 15h34    Divulgação Agencia Brasil    Redação Bnews

Em um estudo realizado no Japão foram identificados três fatores determinantes para diminuição da eficácia da vacina do Covid-19, fabricada pelo laboratório da Pfizer.

Leia mais: 

Eleição OAB-BA: Candidatos atacam Luiz Viana sobre auxílio moradia 

‘Será pior do que tudo que vimos até agora', afirma Merkel sobre Covid na Alemanha

Após especulações, Kim Kardashian aparece de mãos dadas com novo affair

O sexo, a idade e o tabagismo são os principais vilões contra o imunizante, segundo os cientistas. Durante estudo realizado na cidade de Tochigui eles perceberam que os testes realizados por tabagismo tiveram uma expressiva variação entre fumantes e não fumantes, no caso da diminuição de proteção por idade a situação já era conhecida.


Nos estudos anteriores já havia sido comprovado que após 6 meses de aplicação a taxa de proteção do corpo caia bastante e seria necessária uma nova dose para repor a eficiência.

Leia também: 

Doria e Leite cobram pressa, e PSDB quer prévias nesta semana com o mesmo app

Eleição OAB-BA: Candidatos atacam Luiz Viana sobre auxílio moradia 

Classificação Indicativa: Livre