Coronavírus

Campeão olímpico húngaro, que publicava posts antivacina, morre de Covid

Reprodução

O ex-ginasta contagiou-se com o coronavírus no começo de dezembro e foi hospitalizado em Budapeste em estado grave

Publicado em 25/01/2022, às 22h51    Reprodução    Redação BNews

Bicampeão olímpico, o ex-ginasta húngaro Szilveszter Csollany morreu aos 51 anos em decorrência da Covid-19. A informação foi confirmada pelas as autoridades esportivas do país centro-europeu.

Csollany usava sua página no Facebook para compartilhar publicações antivacina e recusava a se vacinar contra a Covid-19. No entanto, para continuar trabalhando como treinador, em contato com crianças, ele recebeu uma dose do imunizante pouco antes de adoecer.

O ex-ginasta contagiou-se com o coronavírus no começo de dezembro e foi hospitalizado em Budapeste em estado grave, precisando de assistência respiratória por várias semanas.

Leia também:Covid-19: casos em acompanhamento no Brasil mais do que dobram em uma semana

Além das duas medalhas olímpicas, o húngaro levou o ouro no Campeonato Mundial em 2002, além de cinco pratas em edições anteriores, sempre nas argolas. Também foi campeão europeu em 1998. Csollany foi eleito atleta do ano na Hungria em 2000 e 2002.

Classificação Indicativa: Livre