Coronavírus

Rio de Janeiro é a primeira capital brasileira a desobrigar o uso de máscaras em locais fechados

Agência Brasil

A decisão anunciada hoje pelo Prefeito, Eduardo Paes, deverá ser publicada amanhã no Diário Oficial

Publicado em 07/03/2022, às 12h21    Agência Brasil    Redação

O uso de máscaras faciais de proteção ao contágio do Covid- 19, inclusive em locais fechados, será flexibilizado a partir de amanhã (8), no Rio de Janeiro. De acordo com a CNN, a medida foi anunciada pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) após a reunião do Comitê Científico realizada na manhã desta segunda-feira (7), na prefeitura. O Decreto com a decisão será publicado amanhã.

Dessa forma, o Rio de Janeiro passa a ser a primeira capital do Brasil a liberar o uso de máscaras de proteção em estabelecimentos públicos e privados. Segundo o prefeito, o passaporte da vacina também deverá deixar de ser exigido em breve na cidade. “Caso a campanha de imunização da 3ª  dose tenha resultado, essa restrição deve cair daqui a três semanas”, afirma Paes.

Leia mais:

Salvador retoma imunização contra Covid-19 com 1ª, 2ª, 3ª e 4ª dose nesta segunda (7)

Em 24 horas, Brasil registra 216 mortes por covid-19

Vereador de Salvador recorre ao MPF para garantir o direito à matricula dos alunos não vacinados contra Covid-19

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia e membro da comissão que discute o combate ao coronavírus no Rio de Janeiro, Alberto Chebabo, o cenário epidemiológico da cidade é favorável para a mudança.

“Já temos segurança para retirar a obrigatoriedade de máscaras para a maior parte da população na cidade do Rio de Janeiro, mas ainda recomendando o uso para os grupos de maior risco”, disse Chebabo.

O Rio tem 83,8% da população total com a segunda dose da vacina contra o coronavírus, índice que sobe para 89,2% na população acima de cinco anos, faixa com autorização para o imunizante. Além disso, registra 42,3% da população total com a dose de reforço.

Siga o BNews no Google Notícias e receba as principais notícias do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre