Justiça

Eleições OAB-BA: Apoiada por Fabrício Castro, candidata Daniela Borges promete trazer gestão de vanguarda

BNews

Chapa de advogada conta com apoio do atual presidente do órgão, Fabrício Castro

Publicado em 02/09/2021, às 16h05    BNews    João Brandão e Henrique Brinco

Pré-candidata a presidente da OAB-BA, Daniela Borges, chega nas eleições pelo comando do órgão com a bandeira da paridade de gênero e também de trazer restruturação após o período de pandemia. Ela, que visitou a redação do BNews nesta quinta-feira (2), quer garantir condições para a retomada e implementar as tecnologias aprendidas durante os atendimentos durante o trabalho remoto.

Daniela Borges é formada em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, onde também fez mestrado em Direito Tributário. Atualmente, é professora da UFBA e doutoranda na instituição. É também professora da Faculdade Baiana de Direito.

A chapa dela é apoiada pelo atual presidente da OAB-BA, Fabrício Castro. Questionada se, caso eleita, terá uma gestão de "continuidade" ou de continuísmo", ela rebate e promete fazer uma gestão de vanguarda: "Nem uma coisa e nem outra. Será a gestão com a cara do grupo eleito, que está em constante transformação. Sempre disse que esse grupo eleito teve uma renovação de 50% da chapa", defendeu, prometendo "construir" e "somar".

"A nossa principal bandeira é enfrentar os problemas do judiciário e garantir as condições para a possibilidade de retomada da advocacia. A situação do país é difícil no setor econômico e acaba refletindo também na advocacia", promete. Ela quer uma OAB que "ouve e dá voz a esse advogado".

Daniela tem uma longa trajetória na OAB. Iniciou sua atuação na OAB na primeira gestão de Luiz Viana (2013-2015) como Presidente da Comissão de Educação Jurídica, Membro da Comissão de Direito Tributário e Conselheira Seccional. Nessa época, participou ativamente do grupo de trabalho responsável pelo projeto da construção de novas sedes das subseções da OAB. 

Na segunda gestão de Luiz Viana, ocupou o cargo de Diretora-Tesoureira e foi membro da Comissão de Direito Tributário. No novo triênio, já sob a gestão de Fabrício Castro na OAB-BA, assumiu o novo desafio como Conselheira Federal e foi nomeada pela OAB Nacional Presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada - onde, segundo ela, teve a oportunidade de defender a paridade de gênero entre homens e mulheres para o Brasil todo.

No final do ano passado, a OAB nacional aprovou a paridade de gênero para registro de chapa nas eleições. A partir de agora, as chapas só serão registradas se alcançarem a cota de 50% de mulheres, tanto para titulares como para suplentes. "A gente conseguiu aprovar, no Conselho Federal, com votações em universos predominantemente masculinos", relembra.

Ainda na visita, Daniela comentou sobre o envolvimento de advogados nas investigações da Operação Faroeste. Ela ressalta que os julgamentos do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da ordem não podem ser divulgados por força da lei. "A OAB foi até o STF para conseguir os dados da Operação Faroeste. Para se iniciar um processo ético, é preciso ter as informações. A OAB foi até o STF para se ter as instaurações dos processos éticos e disciplinares", ressaltou. 

Daniela tem como vice a advogada Christianne Gurgel.

Biografia

Daniela nasceu em Salvador, mas ainda aos 3 anos mudou-se para Itapetinga, onde morou até os 15 anos. Voltou à capital para estudar o ensino médio. A conexão com o Direito surgiu ainda na escola, quando participou de um júri simulado em sala de aula. Resolveu cursar Direito na UFMG, e se mudou, sozinha, para Belo Horizonte, onde morou durante a graduação e iniciou sua trajetória profissional.

Em 2004, mesmo com a carreira em ascensão, sentiu que deveria voltar para perto da família e iniciou sua trajetória do zero na capital baiana. Sem parentes na área de Direito e sem conhecer pessoas no mercado, começou a construir o seu nome enquanto especialista em Direito Tributário. Por um período foi sócia de um escritório de médio porte, com o marido (Borges Advogados). Desde 2019, é sócia no escritório Didier, Sodré e Rosa Advocacia.

Notícias Relacionadas

Disputa na OAB/BA ganha mais uma pré-candidatura feminina à presidência com o nome de Alice Cintra

“Ter chapas encabeçadas por mulheres já é minha 1ª vitória", diz Ana Patrícia sobre próximas eleições da OAB-BA

Eleições OAB-BA: Pré-candidata à presidência, Daniela Borges destaca protagonismo feminino na disputa e cita desafios da advocacia baiana

OAB-BA: Fabrício Castro diz que sempre “deu sinais” de que não disputaria reeleição; presidente anunciou apoio a chapa feminina

Classificação Indicativa: Livre