Justiça

Desembargador Carlos Roberto Araújo entra na disputa pela presidência do TJ-BA

Divulgação/TJ-BA

O magistrado é o atual vice-presidente da corte de justiça baiana

Publicado em 22/10/2021, às 05h45    Divulgação/TJ-BA    Redação Bnews

O desembargador Carlos Roberto Santos Araújo, atual vice-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), apresentou sua candidatura para presidente da Corte baiana. A eleição do TJ-BA será realizada no dia 17 de novembro e poderão concorrer às vagas da mesa diretora os cinco desembargadores mais antigos. 

Na apresentação de sua candidatura por meio de carta, o magistrado afirmou que seu propósito é de virar a trajetória do TJ-BA, “para que se torne um dos mais respeitados e amados de todo Brasil”.

No documento, ele ainda destacou que, “nos últimos anos, o Tribunal de Justiça da Bahia tem passado por situação traumática, com grande desgaste à sua imagem”. “Nunca esta excelsa Corte arrostou circunstâncias tão dramáticas como a que tem vivido, com exposição da sua reputação ao julgamento público. Este é, pois, momento que requer de nós um super esforço de defesa da honra da instituição, para que esta volte aos seus dias de glória e recupere a confiança da Nação Brasileira”, disse aos pares.

Segundo ele, a presidência da corte “tem papel fundamental na reconstrução da reputação do nosso Judiciário”. “Somos um Tribunal de grande porte, com o quinto orçamento dentre as Cortes do País, e, graças a Deus, temos demonstrado enorme capacidade de trabalho, com alta produtividade de nossos gabinetes”.

Porém, ele pondera e admite que “há muito ainda a fazer, muito a recuperar, sobretudo a credibilidade da nossa Corte, que sofreu arranhões indeléveis”. “Confiança, contudo, não se conquista com palavras, mas com ações”, frisa. Carlos Roberto sentencia que a missão de todos do Judiciário é agir: “Mostrar aos brasileiros um Poder Judiciário à altura das grandes Cortes de Justiça do País, com significativa prestação jurisdicional e ética irretocável”. “A Bahia espera isto de nós. O Brasil quer, carece e precisa, que nos reinventemos, e  alcemos o nosso Vetusto Tribunal, de tantas tradições históricas e de grandiosa antiguidade (não esqueçamos que antiguidade é posto) o Primeiro das Américas, às mais altas culminâncias da Ética e da Moralidade”. 

Trajetória

Carlos Roberto Santos Araújo nasceu em Ibirapitanga, região cacaueira da Bahia, em 1952. É formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, do Largo São Francisco. Atuou como advogado em São Paulo e na Bahia, onde, em 1981, se tornou juiz. 

Como magistrado, atuou por 10 anos nas comarcas de Curaçá, Caculé e Itapetinga. Em Salvador, atuou na 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais. Em 2009, se tornou desembargador pelo critério de merecimento, sendo integrante da 2ª Câmara Criminal até se tornar vice-presidente do TJ-BA.

Leia também:

Proposta de mudança nas eleições do TJ-BA não consta em pauta de próxima sessão administrativa

Votação sobre mudanças nas eleições no TJ-BA é adiada novamente

Desembargador pede vista em proposta de mudança em critério de eleição da mesa diretora do TJ-BA

Eleições TJ-BA: Por carta, Jatahy Fonseca Júnior anuncia desistência da disputa

Classificação Indicativa: Livre