Justiça

2º debate entre presidenciáveis da OAB-BA chega ao fim com considerações dos candidatos  

Reprodução/YouTube/Rádio Sociedade

As eleições da OAB-BA acontecem na própria quarta-feira (24). Antes disso, os postulantes à vaga participarão de um novo debate, na próxima segunda-feira (22), a partir das 13h

Publicado em 18/11/2021, às 09h49    Reprodução/YouTube/Rádio Sociedade    Redação BNews

O segundo debate entre presidenciáveis da OAB-BA, realizado pela rádio Sociedade na manhã desta quinta-feira (18), foi concluído com cada um dos advogados apresentando suas considerações finais, por ordem de sorteio. 

Ricardo Nogueira, foi o primeiro a falar, e se dirigiu diretamente aos eleitores, pedindo que estes não se deixem levar por "política de pão e circo, oferecimento de festas e grandes comitês"."Observe toda a campanha eleitoral, como foi  feita, veja o histórico de cada um dos candidatos e quem financia os grupos. Veja se aquilo te representa", sugeriu.

Também falou contra a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) de cobrar comprovante de vacinação aos advogados que precisem acessar as dependências do poder judiciário no Estado. Na avaliação dele, a categoria está sendo dividida em "castas".

Posteriormente, foi a vez de Dinailton Oliveira dizer que reconhece a realidade da advocacia no Estado e do poder Judiciário. Ele também aproveitou seus últimos instantes no programa para reiterar alfinetadas que deu ao longo do programa nas candidatas Daniela Borges e Ana Patrícia - que classifica como "situacionistas".

Sugeriu que ambas deveriam se desculpar com a categoria pela situação de empobrecimento de parte da categoria durante a crise sanitária do novo coronavírus. "Terminou o debate e as duas não pediram desculpas aos advogados baianos", opinou.

Em sua conclusão, Ana Patrícia falou em paridade de gênero e voltou a avaliar que, graças ao seu rompimento com a atual gestão da instituição, a atual eleição da Ordem é protagonizada, segundo ela, por duas candidaturas femininas.

“É preciso ter coragem para fazer mudanças. Mas é preciso também ter amor à advocacia, e é por isso que estamos reunindo todos os advogados que se sentem invisibilizados, que não se sentem satisfeitos com a atual gestão, e que acredita que a OAB poderia ter feito muito mais durante a pandemia", defendeu.

Por fim, Daniela Borges, parabenizou a Sociedade pela iniciativa e defendeu que a chapa que encabeça reúne experiência, preparo e juventude. "A experiência de Luiz Viana e Fabrício Castro, candidatos ao conselho federal, nos fortalece. [...] Quero agradecer a todos que se juntaram a nós ao longo desta caminhada", disse.

As eleições da OAB-BA acontecem na própria quarta-feira (24). Antes disso, os postulantes à vaga participarão de um novo debate, na próxima segunda-feira (22), a partir das 13h.

Leia Também

Eleição OAB-BA: Ana Patrícia e Daniela Borges trocam farpas e ganham direitos de repostas durante debate

OBA-BA: Candidatos se apresentam em primeiro bloco de segundo debate entre presidenciáveis

Classificação Indicativa: Livre