Justiça

Kátia Carmelo é condenada por calúnia, injúria e difamação

Imagem Kátia Carmelo é condenada por calúnia, injúria e difamação

Condenação de Carmelo foi o capítulo final da ação penal movida por advogado

Publicado em 22/10/2012, às 12h35        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)


A ex-secretária de Planejamento da prefeitura de Salvador, Kátia Carmelo, foi condenada a 9 meses e 10 dias de prisão pelos crimes de calúnia, injúria e difamação, segundo decisão do juiz Luiz Fernando Lima, da 6ª Vara Crime de Salvador.

De acordo com informações publicadas na coluna Satélite, do jornal Correio, nesta segunda-feira (22), na sentença assinada no último dia 11, o magistrado substitui a cadeia pelas chamadas penas restritivas de direito, rol que inclui pagamento de multa, limitação de fins de semana, prestação de serviços comunitários ou ainda perda de bens e valores.

Conhecida pela polêmica derrubada de um terreiro de candomblé, no Imbuí, a condenação de Carmelo foi o capítulo final da ação penal movida pelo advogado Alcebíades Barata, por conta de uma entrevista dada pela então secretária municipal, na qual acusava Barata de fazer parte de um esquema ligado ao mercado imobiliário.


Nota originalmente publicada às 7h30

Classificação Indicativa: Livre