Justiça

Idosa denuncia Planserv por recusar tratamento e não cumprir com decisão da Justiça

Imagem ilustrativa/Reprodução/Pixaybay

A idosa tem 76 anos e foi diagnosticada com asma grave; Planserv teria recusado medicamento

Publicado em 06/05/2022, às 13h08    Imagem ilustrativa/Reprodução/Pixaybay    Redação BNews

Uma paciente de 76 anos com diagnóstico de asma grave teve de entrar na Justiça para que o seu tratamento fosse assegurado. Ela afirma que o plano da qual é segura, o Plano de Saúde dos Servidores Estaduais (Planserv), recusou-se a liberar a cobertura assistencial necessária para o seu tratamento.

A 1ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais da Fazenda Pública de Salvador, concedeu, no dia 27 de abril deste ano, uma tutela de urgência. Na decisão, o juiz ressalta que a Planserv deve fornecer a medicação Nucala — indicado como tratamento complementar aos corticosteroides — em até 24 horas.

No entanto, a paciente afirma que o plano, mesmo sendo notificada da decisão, não cumpriu com a liminar. a paciente argumenta que precisa do tratamento, já que no último ano teve graves complicações, como hospitalizações prolongadas e a necessidade de tratamento em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Atualmente, ela está em tratamento domiciliar.

Ao BNews, a Planserve afirmou que a "liminar está sendo cumprida e a assistência está em busca de um prestador que forneça a medicação prescrita".

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre