Justiça

Justiça nega habeas corpus a Milton Ribeiro

Valter Campanato/Agência Brasil

A defesa do ex-ministro Milton Ribeiro havia ingressado, na quarta-feira (22), com pedidos ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1)

Publicado em 23/06/2022, às 12h05 - Atualizado às 12h06    Valter Campanato/Agência Brasil    Redação

O pedido de habeas corpus para o ex-ministro Milton Ribeiro foi negado. A decisão foi tomada na manhã desta quinta-feira (23), durante audiência de custódia realizada, via conferência. Ribeiro segue preso na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo.

A defesa do ex-ministro Milton Ribeiro havia ingressado, na quarta-feira (22), com pedidos ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) para que a prisão preventiva fosse revogada ou transformada em domiciliar. Os advogados também pediram acesso ao processo que culminou com a prisão de Ribeiro por suspeitas de corrupção e tráfico de influência durante sua gestão no Ministério da Educação.

Milton Ribeiro, Arilton Moura, o pastor Gilmar Santos, o advogado Luciano Musse e o ex-assessor da Prefeitura de Goiânia Helder Bartolomeu foram presos, preventivamente, pela Polícia Federal. Contra eles recaem suspeitas de corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência.

Todos são investigados pelo 'gabinete paralelo' instalado no Ministério da Educação, com favorecimento de pastores na distribuição de verbas.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre