Economia

Conta de luz deve subir 20% no próximo ano

Divulgação/Coelba

“Esse déficit de custo [da Conta Bandeiras] frente à cobertura tarifária distribuidoras implica em um impacto tarifário médio de aproximadamente 6,37%”, diz a área técnica da Aneel

Publicado em 12/11/2021, às 19h39    Divulgação/Coelba    Redação Bnews

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) calculou que o reajuste tarifário médio nas contas de luz em 2022 deve superar os 20%.

“Esse déficit de custo [da Conta Bandeiras] frente à cobertura tarifária distribuidoras implica em um impacto tarifário médio de aproximadamente 6,37%”, diz a área técnica da Aneel.

O Brasil vive a pior crise hídrica dos últimos 90 anos. Por isso, o governo teve que acionar as usinas termelétricas para garantir o fornecimento de eletricidade. A informação foi confirmada pelo G1. 

“Nesse contexto, nossas estimativas apontam para um cenário de impacto tarifário médio em 2022 da ordem de 21,04%, quando avaliado todo o universo de custos das distribuidoras e incluídos esses impactos das medidas para enfrentamento da crise hídrica”, afirmou Cláudio Elias Carvalho, superintendente adjunto de gestão tarifária.

De acordo com a área técnica, o déficit de arrecadação do sistema chegará a 13 bilhões até abril de 2022, mesmo com a aplicação da bandeira vermelha nas contas de luz, que adiciona R$ 14,20 às faturas para cada 100 kW/h consumidos.

Leia também:

PM é atingido por tiro acidental em presídio da Mata Escura

Alckmin não rechaça ser vice de Lula e diz que é preciso amadurecer conversas

Bolsa fecha semana no azul, mas cai no dia com serviços e varejo fracos

Classificação Indicativa: Livre