Economia

Bnews ESG: BNDES prevê impacto de R$ 400 milhões em projeto de financiamento híbrido

Fernando Frazão/Agência Brasil

A modalidade traz diferentes fontes de recursos e instrumentos financeiros distintos

Publicado em 09/05/2022, às 19h23    Fernando Frazão/Agência Brasil    Redação

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou hoje uma chamada pública de uma solução financeira híbrida conhecida internacionalmente como "blended finance". A proposta é juntar recursos comerciais e filantrópicos em uma nova abordagem para apoio a projetos e programas nas áreas de bioeconomia florestal, economia circular e desenvolvimento urbano, prevendo um impacto de pelo menos R$ 400 milhões.

A modalidade traz diferentes fontes de recursos e instrumentos financeiros distintos como financiamentos, investimentos, garantias e doações. Serão selecionados até 12 projetos e a institução deve desembolsar até R$ 90 milhões. Os recursos serão não reembolsáveis.

De acordo com o diretor de crédito produtivo e socioambiental do banco, Bruno Aranha, o objetivo é multiplicar esses valores. Quem for escolhido vai ser responsável por buscar captação, junto a terceiros, de pelo menos, mais R$ 3 para cada R$ 1 aportado pela instituição de fomento, o que resultaria em quase R$ 400 milhões em impacto socioambiental e que atendam a parâmetros ESG (ambientais, sociais e de governança, na sigla em inglês).

Leia também:

Aportes de terceiros poderão ser feitos por meio de diferentes ferramentas financeiras e o banco espera propostas de estruturas inovadoras. Elas devem apresentar formas de captação e alocação dos recursos em iniciativas que possam gerar impacto positivo no meio ambiente e na vida das pessoas. 

Srgundo o edital, os interessados poderão enviar suas propostas em até 60 dias. Os primeiros projetos devem ser anunciados entre setembro e dezembro deste ano.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre