Economia & Mercado

Confiança do empresariado baiano: Expectativas do setor produtivo registra aumento no mês de junho; entenda

Divulgação / Pixabay
“Alta ajuda a frear movimento de deterioração da confiança dos seis primeiros meses do ano”, diz especialista  |   Bnews - Divulgação Divulgação / Pixabay
Verônica Macedo

por Verônica Macedo

[email protected]

Publicado em 05/07/2024, às 18h54 - Atualizado às 19h01



O Indicador de Confiança do Empresariado Baiano (ICEB), métrica calculada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) para monitorar as expectativas do setor produtivo do estado, marcou -88 pontos em junho, numa escala que vai de -1.000 a 1.000 pontos – indicando um cenário de Pessimismo Moderado (intervalo de -250 pontos a zero ponto).

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp.

Essa é a quinta pontuação abaixo de zero seguida e do segundo menor patamar do ano. No mês, ao registrar -88 pontos, o ICEB captou avanço da confiança em relação a maio (quando o indicador marcou -107 pontos). O aumento foi de 19 pontos – alta após duas quedas consecutivas, mas ainda insuficiente para suplantar o recuo constatado em maio (redução de 20 pontos).

Dessa forma, como sinaliza Luiz Fernando Lobo, especialista em produção de informações da SEI, “a alta recente ajuda pelo menos a frear o movimento de deterioração da confiança observado ao longo dos seis primeiros meses do ano, já que as quedas juntas foram de magnitude maior do que as altas e o saldo líquido da variação foram negativo no intervalo”. No entanto, segundo Lobo, “ainda não se pode afirmar que o aumento de agora signifique a interrupção da tendência descendente verificada no semestre”.

No que se refere aos setores, o avanço do nível de confiança de maio a junho não aconteceu de forma generalizada, visto que a agropecuária registrou queda. Por outro lado, a indústria exibiu a maior alta na confiança.

Os resultados foram: Agropecuária, -63 pontos; Indústria, -94 pontos; Serviços, -101 pontos; e Comércio, -42 pontos. Enquanto o setor de Comércio foi o de melhor pontuação, a atividade de Serviços registrou o menor nível de confiança.

Clique aqui e se inscreva no canal do BNews no Youtube!

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp