Eleições / Eleições 2022

Otto Alencar nega pretensão ao governo e crava: “continuo na disputa do Senado”

Arquivo / Joá Souza / BNews

O senador Otto Alencar (PSD) participou da reunião entre Wagner, Lula e Rui em São Paulo

Publicado em 16/02/2022, às 06h34    Arquivo / Joá Souza / BNews    Victor Pinto

O senador Otto Alencar (PSD), após ter despistado e dito que a reunião com Lula (PT), em São Paulo, foi uma mera cortesia, tornou a contatar o BNews nesta quarta-feira (16) e reafirmar seu desejo de concorrer ao Senado na chapa governista.

“Tudo que está posto, está posto. Wagner vai para a disputa do governo e eu continuo na disputa do Senado. Tudo que ocorreu aí enquanto estávamos em São Paulo foi especulação, normal do período. Mas a reunião começou e acabou com esse desenho: Wagner na cabeça de chapa e eu na disputa do Senado”, disse.

Otto foi cogitado como cabeça da chapa, caso a eventual candidatura de senador de Rui Costa (PT) fosse tensionada. Seria difícil o PT, na atual conjuntura da formação da majoritária, carregar duas vagas.

LEIA MAIS:Wagner mantém pré-candidatura ao governo após reunião com Lula: “quadro continua o mesmo”

A discussão também passou pela arrumação do PSD em alguns Estados, inclusive a Bahia, com olhos na arrumação que leve uma filiação de Geraldo Alckmin ao partido e, consequentemente, a ocupação da vaga de vice de Lula na chapa futura. O entendimento foi fruto de uma reunião, nos últimos dias, entre Kassab e Lula. 

Na noite de terça-feira (15), Otto já havia manifestado dessa conjutura com Wagner. “Essa possibilidade não está sendo aventada, a candidatura de Wagner está sendo mantida, na reunião aqui ficou bem claro isso", disse. 

A briga ficará com João Leão que quer sentar na cadeira de governador ou disputa o senado federal. O PP se senti alijado do processo, pois não estaria disposto a indicar a vice. 

Classificação Indicativa: Livre