Entretenimento

Eleito para ABL, Gil diz esperar que academia defenda a democracia

Reprodução/Globo

Publicado em 15/11/2021, às 10h49    Reprodução/Globo    Redação BNews

O cantor baiano Gilberto Gil, eleito como um dos novos imortais da ABL (Academia Brasileira de Letras), disse esperar que a instituição defenda a pluralidade e democracia.

"É expectativa minha que a Academia se poste cada vez mais na direção da defesa da democracia, da pluralidade, do respeito entre as várias camadas de formação da sociedade", afirmou, em entrevista ao "Fantástico" ontem (14).

Matérias Relacionadas: Veja quanto Fernanda Montenegro e Gil receberão de salário na Academia de Letras

Fernanda Montenegro após ser eleita para ABL: 'O pais não é nada sem a cultura das artes'

Gil se emocionou ao falar sobre a luta contra o racismo. "Quando a Academia me acolhe, acolhe aquele que ela sabe quem é. O apreço que eu tenho pela formação negro-mestiça da sociedade brasileira. Os problemas relativos a isso e a necessidade de posicionamento em relação a esses problemas, que tem sido uma constante na minha vida."

A ABL elegeu Gilberto Gil como novo imortal da casa, com 21 votos. O cantor e compositor de 79 anos ocupa a cadeira 20, que tem como patrono o médico e jornalista Joaquim Manuel de Macedo.

Classificação Indicativa: Livre