Entretenimento

Flora Gil bate o martelo e camarote Expresso 2222 está fora do Carnaval de Salvador 2022

Divulgação

A empresária declarou que o espaço não será montado em 2022 mesmo que a folia seja liberada

Publicado em 24/11/2021, às 11h24    Divulgação    Redação BNews

Se vai ter Carnaval em Salvador ou não em 2022, ainda não se sabe. Mas, uma coisa já é certa: o camarote Expresso 2222 não irá incrementar a folia, caso ela seja liberada pelas autoridades. A decisão é a produtora e empresária, Flora Gil, que é responsável por um dos mais renomados espaços da festa baiana.

Em entrevista ao jornal Correio, a esposa do cantor e compositor Gilberto Gil, o mais novo imortal da Academia Brasileira de Letras, afirmou que o camarote ficará de fora dessa vez. "Se os governantes da Bahia acharem que devem seguir com a ideia de fazer o Carnaval, infelizmente o Camarote Expresso 2222 estará por mais um ano fora da folia carnavalesca".

Flora justifica que não quer cooperar para permanência da pandemia. "A pandemia ainda não acabou. A aglomeração é um multiplicador do vírus e o Carnaval é uma aglomeração extraordinária. Tenho receio de produzir uma festa tão grande com duração de uma semana, como o Camarote Expresso 2222, e cooperar com a permanência, e até uma expansão, da pandemia. Tenho muito respeito pela minha vida e a vida alheia", declarou. Vale lembrar que a Fiocruz recomendeu vacinação de 90% da população para que haja possibilidade de realizar a festa.

Leia também

Com experiência carnavalesca de sobra, a produtora é enfática ao falar sobre as condições da realização do Carnaval em qualquer cidade do país. "Olhe, o que penso sobre o Carnaval de Salvador, que conheço há mais de 40 anos, é o mesmo que penso sobre aglomeração no Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Recife ou qualquer outra cidade que queira brincar nosso tão esperado Carnaval do Brasil em meio a essa pandemia avassaladora. Não temos a menor condição de sairmos às ruas com milhões de pessoas pulando umas ao lado das outras - sem máscaras - porque Carnaval é sinônimo de beijo na boca, abraços e muita bebida e comida. Alguém beija e bebe com máscara? Não conheço esse folião. Conversei esses dias com Preta (Gil) que vem fazendo há anos o bloco no Rio - Bloco da Preta - com mais de 1 milhão de foliões, e ela me disse que não tem coragem de promover uma festança em meio a tantas tristezas, morte de amigos e notícias que não param de chegar sobre covid. E mesmo depois da vacina, em alguns países, o mar não tá pra peixe. Por isso tudo, acho temerário contribuir para essa situação que ainda é bastante instável. Uma pena, mas é o que vejo nos noticiários e nas entrevistas de especialistas em pandemia".

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre