Entretenimento

Especialista explica o que pode causar sangramento no cérebro que afetou Sthe Matos

Reprodução | Redes Sociais

As causas do sangramento cerebral de Sthe Mattos ainda não foram divulgadas.

Publicado em 23/03/2022, às 06h56    Reprodução | Redes Sociais    Maiara Lopes

Na última segunda-feira (21), a digital influencer Sthefane Matos foi internada na UTI de um hospital particular de Salvador, após ser diagnosticada com um sangramento no cérebro. O caso tem repercutido bastante nas redes sociais, principalmente pelo fato da baiana ter apenas 23 anos.

Por conta disso, o BNews conversou com a neurologista Elza Magalhães, para ajudar a entender o que pode ter ocasionado o problema. "As causas mais frequentes são as más formações congênitas preexistentes, que ocorrem quando há dilatações anormais em artérias, além de condições como a trombofilia e a hipertensão arterial. Em casos mais raros, algumas substâncias como drogas e até mesmo anticoncepcional pode desencadear esse sangramento", explica.

Leia também:

• Lore Improta vai participar da Dança dos Famosos, diz colunista
• Ex-A Fazenda detona Gabi Martins após ensaio de carnaval; confira
Suspeita de furto, namorada de Monique Evans rebate acusações: "valores intactos"

A especialista também alerta que outra causa comum de sangramento intracraniano são as rupturas de aneurismas cerebrais: “Sangramentos espontâneos e, geralmente, de forma aguda, são as rupturas de aneurismas cerebrais. "O primeiro sintoma é o mais importante, a dor de cabeça. Normalmente é uma dor de alta intensidade, que leva a pessoa imediatamente para o hospital. No entanto, durante o período de observação hospital, a paciente será submetida a diversos exames de imagens específicos para identificar a causa, e, somente a partir daí, tratar", reforça. 

Dias antes de ser internada, Sthe Matos vinha convivendo com uma possível virose, segundo nota oficial da equipe da influenciadora. Elza também explicou que quadros infecciosos podem aumentar os riscos de sangramentos cerebrais: “Algumas infecções podem levar a inflamação de artérias e veias do cérebro. Com isso, o vaso do sistema nervoso fica mais fraco, facilitando um sangramento”.  

Questionada sobre a possibilidade de o paciente ficar com sequelas após o tratamento, a médica afirma que não há como precisar, pois, algumas pessoas podem sim ter complicações, a depender da causa do problema. "Tudo depende do volume e da extensão da hemorragia. Não tem como definir precisamente se haverá ou não sequelas, e nem afirmar que o sangramento nunca mais voltará a ocorrer", conclui. 

As causas do sangramento cerebral de Sthe Mattos ainda não foram divulgadas.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre