Entretenimento

Gusttavo Lima vende 150 franquias de frigorífico a R$ 500 mil cada, invade exterior com o negócio e lucra alto fora dos palcos

Reprodução / Instagram

O cantor passou a ser sócio do Frigorífico Goiás, que teve 150 unidades vendidas em menos de 12 horas do lançamento

Publicado em 17/12/2021, às 11h36 - Atualizado às 11h43    Reprodução / Instagram    Redação

Gusttavo Lima é um fenômeno da música e também dos negócios. A prova disso é que o cantor está lucrando alto nos palcos, a exemplo dos R$ 100 milhões que recebeu ao vender todos os shows de 2022 antecipadamente, e agora também como empreendedor.

Nesta quinta-feira (16), o Embaixador, que comanda uma festa de Réveillon em Salvador neste ano, anunciou que se tornou sócio do Frigorífico Goiás. "Que maravilha… Inauguração da primeiro franquia do Frigorífico Góias !!! Venha ser meu sócio BB!!!", escreveu ele ao anunciar através do seu perfil oficial do Instagram a inauguração da primeira unidade do negócio.

Mas, se engana quem pensa que o negócio começou devagar. Segundo informações divulgadas pelo colunista Leo Dias, do site Metrópoles, o cantor vendeu 150 franquias do frigorífico em menos de 12 horas, sendo cada uma avaliada em R$ 500 mil. "Explodiu", comentou o artista que não esconde a vida de luxo, a exemplo do iate que possui avaliado em R$ 25 milhões.

E não para por aí. De acordo com a publicação, além das já vendidas, mais de 300 estão em análise e mais 200 serão vendidas até o final desta sexta-feira (17). Em contato com a reportagem, Gusttavo - que chegou a ser acusado de dar calote no valor de R$ 70 mil - revelou que o negócio já invadiu o exterior. “Foram oito franquias pros Estados Unidos, uma em Londres, duas em Portugal, duas para Austrália… Mercado de brasileiros fora do Brasil gigantescos”, destaca.

Ele ainda adianta que o planejamento é que até o meio do ano que vem estejam “na rua” mais de 1.000 unidades do empreendimento. “Negócio muito bem estruturado, muito seguro pros investidores. Uma taxa de lucratividade na casa dos 40%”, justifica o sucesso.

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre