Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Coronavírus

Paulo Carneiro diz que Vitória vai mandar jogos com torcida 'assim que autorizarem'

[Paulo Carneiro diz que Vitória vai mandar jogos com torcida 'assim que autorizarem']
22 de Setembro de 2020 às 14:53 Por: Maurícia da Matta/EC Vitória Por: Léo Sousa e Marcio Smith

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, recebeu com bons olhos a notícia da aprovação do retorno do público aos estádios no Brasil. Em contato com o BNews na tarde desta terça-feira (22), o dirigente comentou a decisão do Ministério da Saúde.

"Uma instituição vive de seu público. Se estão dizendo que o público pode voltar, eu só posso gostar", sinalizou o presidente rubro-negro. "Não conheço os termos do protocolo, mas cuidando das pessoas, sou favorável. Nosso associado paga por um plano cujo atrativo mais importante é o acesso ao estádio", acrescentou.

Ainda de acordo com Paulo Carneiro, o Vitória pretende mandar jogos no Barradão com torcida "assim que autorizarem". No ofício divulgado nesta terça-feira (22), o Ministério da Saúde estabelece que a reabertura, inicialmente para até 30% da capacidade dos estádios (podendo ser aumentado esse percentual, posteriormente), deve acontecer "conforme decisão do gestor local, que, dentre outros aspectos, levará em consideração a variação da curva epidemiológica, a taxa de ocupação de leitos clínicos e leitos de UTI e a capacidade de resposta da rede de atenção à saúde local e regional”.

O clube, porém, ainda não realizou conversas para tratar do assunto com o governo do estado e a prefeitura de Salvador, segundo o presidente. "Sinceramente, eu não estou preocupado com isso não. Quando tiver que ser, será. Não tem muito o que fazer. É só esperar [...] Torcer que saia tudo bem e que seja uma coisa boa também pra o torcedor", completou Paulo Carneiro.

O diretor jurídico do Leão, Dilson Pereira Júnior, ressaltou que a liberação da torcida cabe aos entes públicos locais e afirmou que confia na "sensibilidade" dos gestores para que a liberação da torcida ocorra no momento adequado. 

"Ambos [prefeitura e governo do estado] estão muito alinhados no combate à pandemia e já se manifestaram publicamente pelo não retorno do público aos estádios neste momento. Aproveitamos o ensejo para parabenizar o Município de Salvador e o Governo do Estado pelas ações enérgicas no combate à pandemia [...] temos a certeza que no momento adequado, a autorização local será dada e a torcida retornará ao estádio”, declarou o diretor jurídico. 

Leia também:

Bellintani vê "avanço" em protocolo para volta de jogos com torcida, mas fala em "aguardar o momento adequado"

Prates diz que protocolo é apenas "indicativo" e que retorno de público aos estádios em Salvador depende de ACM Neto

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso