Esporte

Olimpíadas Paris: Confirmado como comentarista, Popó revela expectativa para os jogos e aposta em baiana

Popó - Reprodução/Redes Sociais
Popó foi convidado para comentar o boxe durante os jogos e conversou com o BNews sobre suas expectativas  |   Bnews - Divulgação Popó - Reprodução/Redes Sociais
Luiz Guilherme

por Luiz Guilherme

[email protected]

Publicado em 09/07/2024, às 18h35



Com um histórico de sucesso no mundo do boxe, além de um currículo de causar inveja, o baiano Acelino Popó Freitas está confirmado para comentar o esporte nas transmissões do Grupo Globo durante as Olimpíadas de Paris, ao lado do também baiano, Hebert Conceição.

Em conversa com o BNews, o pugilista revelou ter expectativas muito altas para voltar a comentar o boxe e relembrou outras oportunidades em que participou das transmissões. 

Inscreva-se no canal do BNews no WhatsApp!

Minhas expectativas são boas. É minha quarta Olimpíada, fiz uma em 2012 na Record, depois fiz mais três na Globo, né? Tive bons resultados como comentarista, tive três medalhas em 2012, tive um ano de ouro em 2016, em 2020 tive outra de ouro, um ano de prata, né? Então, o resultado vem sendo positivo, acho que o Brasil vai bem nessas Olimpíadas", destacou Popó.

Para este ano, o Brasil contará no boxe com cinco baianos. São eles Keno Marley, Bia Ferreira, Tatiana Chagas, Barbara Santos e Wanderley Holyfield. Para Popó, as expectativas de medalha em 2024 são muito altas e se tivesse que apostar em um atleta, Bia Ferreira largaria na frente. 

Então, as expectativas são muito boas. Bia, eu digo que assim, é uma esperança de medalha, até pelos títulos, né? Pela última medalha dela de prata (Tóquio 2020). E ela é campeão mundial também de boxe profissional da Federação Internacional de Boxe. O Keno é um cara muito inteligente, tudo, pela categoria também. Baiano, graças a Deus, tem tudo pra levar", opinou o pugilista.


Ainda ao BNews, Popó se mostrou muito orgulhoso com a recente conquista do baiano Robson Conceição, que foi campeão mundial de boxe no último final de semana. 

Pois é, Robson Conceição, nosso campeão mundial do Conselho Mundial de Boxe. A gente já teve aqui o terceiro baiano campeão mundial de boxe, Titi.  Teve eu, com associação e organização mundial de boxe, o Sertão com a Federação Internacional de Boxe, a Bia Ferreira com Federação Internacional de Boxe também e agora Robson Conceição do Conselho Mundial de Boxe. Então as quatro entidades, os baianos já conquistaram todas as quatro dessa entidade: Federação, Associação, Organização e Federação Internacional de Boxe. Então esse nível, é de muito orgulho, o boxe baiano crescendo cada dia mais", comentou.


Assista ao Arena BNews desta segunda-feira (8):

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp