Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidades

Direto de São Miguel das Matas: Prefeito decreta situação de emergência após tremores

[Direto de São Miguel das Matas: Prefeito decreta situação de emergência após tremores]
01 de Setembro de 2020 às 12:29 Por: Dinaldo Silva/BNews Por: Diego Vieira e Luiz Felipe Fernandez

O prefeito de São Miguel das Matas, Zé Renato (PDT), afirmou nesta terça-feira (1°) que será decretada situação de emergência na cidade, em decorrência dos tremores de terra registrados nos últimos dias. 

Cerca de 50 casas foram danificadas após os abalos sísmicos, sendo que três delas foram completamente comprometidas. De acordo com o prefeito, equipes da Defesa Civil fazem a avaliação das casa danificadas na região. Os estragos vão de pequenas rachaduras até telhados que foram derrubados com os abalos.

A atividade sísmica assustou não só os moradores de São Miguel das Matas, mas de Amargosa, Mutuípe e outras cidades do Recôncavo baiano. O acontecimento não é comum, mas é considerado normal. O que surpreende é a frequência que tem sido observada, com diversos relatos desde o fim de semana.

O decreto de situação de emergência deve ser publicado no Diário Oficial nos próximos dias.

Em entrevista ao BNews, Zé Renato explica que o decreto ajudará o município a conseguir ajuda e recursos para minimizar as consequências dos tremores na cidade. Ele ressaltou que o governador Rui Costa (PT) se colocou à disposição para prestar auxílio, e o pedetista avisou que vai à Brasília. "É importante as pessoas saberem que não estão sozinhas", diz o prefeito.

"Temos um decreto em que nós dizemos exatamente quais as condições, de situação de emergência, visando dar legalidade para que a gente possa buscar instrumentos de ajuda e mostrar para a sociedade a situação que estamos [...] o governador Rui Costa se prontificou a nos ajudar. Estamos buscando junto ao Ministério em Brasília. É novo para nós, mas estamos buscando ajudar as pessoas a saberem que não estão sozinhas", declarou.

*O repórter está em São Miguel das Matas para cobertura do terremoto na região

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso