Justiça

Júri popular de segurança da AL-BA acusado de matar enteado acontece nesta quinta-feira

[Júri popular de segurança da AL-BA acusado de matar enteado acontece nesta quinta-feira]
Por: Reprodução Por: Yasmin Garrido 0comentários

O ex-segurança da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Edmilson Tenório dos Santos, acusado de matar o enteado Clayton Conceição Suzart, à época com 24 anos, vai a júri popular nesta quinta-feira (21), no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador.

O procedimento já foi adiado por três vezes e a esperança de Jozelinda de Souza Conceição, mãe da vítima, é que, finalmente, a “justiça seja feita”. Em declaração ao BNews nesta terça (19), ela disse que “se sente pequena e humilhada”, em razão da “negligência da Justiça”. “Não criei meu filho para morrer desse jeito que nem um bicho”, desabafou.

O crime aconteceu no dia 19 de agosto de 2012, no bairro do Pau da Lima e, de acordo com Jozelinda, a motivação foi uma discussão entre ela e o ex-marido, que estaria agredindo a filha do casal. Ainda de acordo com ela, Cleyton discutiu com o padrasto e acabou sendo morto. O réu responde à ação penal em liberdade.

“Não quero vingança, mas espero que se faça a justiça para que eu possa viver. Minha mãe tem 85 anos e não tem paz. Todas as vezes que marcam um julgamento ela quer ir. Cada vez que tem audiência e não dá em nada, a gente sai de lá mais doente. É muito triste. Espero que Deus, os juízes e promotores façam justiça.”, concluiu.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas