Meio Ambiente

Junho Verde: Yacht Clube da Bahia desenvolve iniciativas sustentáveis para sócios e comunidades vizinhas

Divulgação/Yacht Clube da Bahia

Clube deve receber certificado internacional ainda esse ano premiando suas iniciativas sustentáveis

Publicado em 28/06/2022, às 05h30 - Atualizado às 05h50    Divulgação/Yacht Clube da Bahia    Luiz San Martin

Pensando em se transformar cada vez mais em um local sustentável, o Yacht Clube da Bahia vem promovendo diversas iniciativas para sócios e comunidades vizinhas. O clube contratou a Aganju Consultoria em Impacto Social e ESG para desenvolver processos de gestão de ESG com acompanhamento de metas e um plano de ação.

Em entrevista ao BNews, Leana Mattei, que faz parte da Aganju, explicou que quando a empresa chegou ao Yacht, fez um levantamento de práticas que poderiam ser adotadas pelo clube para que ele se tornasse mais sustentável.

“Foi feito um diagnóstico do Yacht com a identificação das prioridades, as ações que o Yacht precisa fazer. Hoje, o Yacht trabalha com o eixo ambiental, social e governança, tem um boletim de transparência com indicadores a cada trimestre que é distribuído para todos associados, desde funcionários, terceirizados, sócios, conselho e diretoria, justamente como um instrumento de transparência”, explicou.

Leia mais:
Junho Verde: Saiba por que precisamos falar sobre sustentabilidade

Junho Verde: tendência sustentável, energia solar chega à periferia de Salvador

Leana também falou sobre as iniciativas ambientais do clube, que são de fundamental importância uma vez que o clube é localizado às margens do mar da Baía de Todos-os-Santos. De acordo com ela, o Yacht tem todo um cuidado com a gestão ambiental, cumprindo com todos os requisitos legais e todos os processos de licenciamento.

“O Yacht Clube da Bahia tem um grande diferencial, a sua sede, que fica na Baía de Todos-os-Santos, lugar lindo, e diante disso nós percebemos a importância de manter essa Baía preservada. Diante disso contratamos a Aganju que começou a nos auxiliar nos projetos de medir o impacto que nós causamos e tentar reduzir ao máximo”, disse o comodoro Francisco Brandão.

Outro projeto que o Yacht está promovendo é chamado Mar do Yacht, que promove a educação ambiental para crianças. “É um projeto de educação ambiental voltado para crianças e adolescentes, justamente para estimular esse contato com o mar, visando uma educação voltada para conservação do ecossistema marinho”, disse Leana Mattei.

Na parte social, o comodoro Francisco Brandão explicou que o Yacht Clube está desenvolvendo um projeto com pessoas da comunidade Vila Brandão, que é uma comunidade vizinha ao Yacht, desenvolvendo atividades esportivas para jovens do local.

CERTIFICADO BANDEIRA AZUL

O clube baiano está próximo de receber a certificação internacional Bandeira Azul. Esse certificado premia praias, marinas e embarcações turísticas que possuam projetos sustentáveis de gestão ambiental, qualidade da água, educação ambiental, segurança e serviços, turismo sustentável.

Na parte do meio ambiente, a gente tem a certificação internacional do Bandeira Azul, que já está bem adiantada. Em breve, possivelmente ainda esse ano, seremos certificados do Bandeira Azul, certificação internacional de preservação de praias e de marinas”, disse o comodoro Brandão.

Para Mattei, o certificado é de extrema importância para a cidade de Salvador, uma vez que o Yacht é um representante da capital baiana no projeto internacional.

“Esse é um marco muito importante para o clube, mas não só para o clube como para a cidade de Salvador, pois o Yacht apesar de ser um clube fechado, representa ai um espaço social, um espaço efetivo para a cidade”, disse a representante da Aganju.

Siga o TiktTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre