Mundo

Polícia regata quase 400 cães que seriam levados para festival de carne de cachorro; veja

Divulgação/ ONG Love without Borders

No total eram 386 animais que estavam em um caminhão que seguia para o evento.

Publicado em 21/06/2022, às 21h30    Divulgação/ ONG Love without Borders    Redação Bnews

A polícia chinesa resgatou 386 cachorros, nesta segunda-feira (21), que seriam levados para um festival de carne de cachorro, sendo sacrificados. O evento aconteceria a partir de terça-feira, na cidade de Yulin, no sul do país.
Em condições precárias, os animais estavam dentro de um caminhão em gaiolas de arame. A partir de denúncias de ativistas dos direitos dos animais, foi possível a polícia interceptar o veículo. 
  Denunciadores afirmaram o risco de alguns cães estarem com doenças infecciosas. Com isso, a denúncia partiu de uma prevenção de epidemias. Uma das ativistas, Lin Xiong, que participou da ação, contou ao The Guardian o que viu no caminhão:
Leia mais:

Médicos retiram 233 objetos do estômago de um paciente na Turquia

Homem ameaça vizinho trocando nome de Wi-Fi mandando calar a boca de cachorro

Idoso é flagrado batendo em crocodilo com frigideira; assista

"Foi horrível ver tantos cães em um estado tão terrível, era como um caminhão do inferno para esses pobres animais… A carne de cachorro o massacre traz vergonha ao nosso país e por isso continuaremos lutando até vermos o fim desse sofrimento" disse.
 O festival de carne de cachorro de Yulin ocorre todo ano e reúne milhares de pessoas. E anualmente ativistas tentam acabar com a realização do evento.
Confira:
Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre