Colunas / Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Ursinho Carinhoso

Reprodução/ Youtube

O que movimentou os bastidores da política baiana esta semana

Publicado em 17/03/2022, às 05h50    Reprodução/ Youtube    Editoria de Política

Ursinho carinhoso
Sem espaço no governo Rui Costa, a não ser a pequena Secretaria de Turismo, o deputado João Carlos Bacelar tratou de afagar e fazer carinhos públicos no governador Rui Costa. Ao final do discurso de Rui, ele levantou, se emocionou e começou a alisar o 01 da Bahia. A cena circula no WhatsApp da turma política baiana com a alcunha de “ursinho carinhoso”. 
Sobre papagaios de pirata
De um Bacelar para o outro. Jonga Bacelar já pode ganhar o selo de papagaio de pirata oficial do presidente Jair Bolsonaro nas andanças pelas Bahia. Só não vai ficar sozinho no posto porque Cláudio Cajado, presidente tampão do PP, faz companhia nos palanques da vida. Na agenda em Salvador, os dois combinaram até na roupa. Já podem formar uma dupla sertaneja. Com vocês, “Jonga e Cajado” - os papagaios de Bolsonaro. 
papagaios
Jogo rápido 
A passagem de Bolsonaro por Salvador nesta quarta foi a la visita de médico. A agenda corrida pelo Senai Cimatec e depois pelas Obras Sociais Irmã Dulce e Igreja do Bonfim não abriu espaço, sequer, para a coletiva de imprensa que estava prevista para acontecer na Cidade Baixa. Tudo que os jornalistas ouviram do presidente na Osid foi um discurso de 50 segundos. 
…e indefinido
A frustração ficou para quem esperava um anúncio de chapa majoritária ou pelo menos a filiação do ministro João Roma ao PL. Por ora, o presidente lei o cenário e empurrou para o começo de abril a definição do seu ungido no palanque estadual. 
indefinido
Sem cerimônia
O que se desenrolava por dias nos bastidores, finalmente virou ato oficial: o PP deixou a base do governo Rui Costa e aqueceu de vez a corrida eleitoral no estado. Sem cerimônias, a legenda do vice-governador João Leão cruzou a rua e foi direto para os braços de ACM Neto, que, também sem rodeios, ofereceu a vaga ao Senado e outros afagos, que só aconteceram em caso de vitória nas urnas.
Sem memória?
Na mesma velocidade em que mudou de lado, Leão também mudou de ideia sobre sua percepção de vitória e já projeta Neto eleito em primeiro turno. Mas até outro dia, como mostra o vídeo abaixo, bradava “nós somos ganhadores de eleição”, ao lado de Rui, Wagner e Otto.  
Nilo no Fantástico?
Ao passo que se afunila a discussão de nomes para a chapa de ACM Neto, observadores da cena política brincam que se o deputado federal Marcelo Nilo não conseguir ingressar na majoritária dessa vez, estará habilitado a pedir música no Fantástico.
Comissão Pepista de Inquérito
A chegada do PP na bancada de oposição causou um desconforto de tirar o fôlego de governistas. Além de dificultar a tramitação e aprovação de matérias, os nove pepistas chegam dispostos, inclusive a fomentar uma CPI para investigar a compra milionária de respiradores que nunca chegaram. Nos corredores já criaram até a terminologia para a CPI: Comissão Pepista de Inquérito. 
Cautela
Em outra ponta, interlocutores do partido avaliam que é preciso ir com cuidado nas ofensivas, afinal de contas as digitais do grupo ficaram no governo por longos anos, e não sai da noite para o dia. Ainda assim, com a licença do trocadilho, tem pepista com fome de leão.
Revigorado
Pepistas dizem que, nos últimos dias, João Leão se mostrou bastante revigorado e que está demonstrando uma animação nunca vista antes. “Será que é o tesão da libertação?”, sussurrou um provocador.
revigorado
Sobre fidelidade
Júnior Muniz, sem partido, e sem visibilidade, tentou se aproveitar do rompimento do PP para vender a ideia de que não seguirá sua antiga legenda, mas que se manterá no time de Rui e Lula. Os provocadores do outro lado dizem que não costumam ver Júnior Munir e fidelidade na mesma frase.
Amigos
Não chame para a mesma mesa André Porciúncula e Alexandre Aleluia. Ambos não estão em clima de paz. Vão sair candidatos a deputados federal e, portanto, disputar a mesma base.
Procurando ninho
Apesar de acenos do PSB e PSD, as conversas de Fábio Vilas Boas com o MDB estão avançadas. O secretário foi visto circulando os corredores do Congresso Nacional essa semana. Até a próxima semana deve bater o martelo. Não arredou o pé da sua pré-candidatura a deputado federal.
A trilha sonora do PDT
A síntese da relação do presidente estadual do PDT, Félix Mendonça Jr., com o PT está nos versos da música de Teodoro e Sampaio: “Não me ligue mais”. Assista:
Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão.

Classificação Indicativa: Livre