BNews Nordeste

Aracaju não realizará Réveillon na Orla da Atalaia

Divulgação/PMA/Sílvio Rocha

Evento é cancelado pelo segundo ano consecutivo

Publicado em 30/11/2021, às 15h26 - Atualizado às 15h27    Divulgação/PMA/Sílvio Rocha    Redação

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), informou que a capital sergipana não realizará o Réveillon da Orla da Atalaia. Em comunicado, na tarde desta terça-feira (30), o prefeito afirmou que optou por não realizar o evento público, que já reuniu até 100 mil pessoas. É o segundo ano que a festa não acontece em virtude da pandemia do novo coronavírus.

“É uma decisão bastante pensada, conversada com nossos técnicos, baseada no que discutimos no nosso Comitê de Operações Emergenciais, o COE, e como medida de cautela diante do surgimento de uma nova cepa do coronavírus no mundo, a Ômicron, mesmo não havendo confirmação de casos no Brasil. Mas a decisão é para proteger a nossa população, é a forma que temos agido desde o início da pandemia”, afirmou Nogueira.

Leia Mais

Festas de grande porte podem ser suspensas em Aracaju
Prefeito de Aracaju autoriza retorno de eventos na Orla da Atalaia
Prefeito de Aracaju anuncia novo calendário de vacinação contra a covid-19; confira

O prefeito ressaltou que os números de controle do vírus são positivos na capital e decidiu não realizar o evento para assegurar que a cidade permaneça nesse patamar.

“Somos uma das capitais que mais vacinou as pessoas, com índices superiores a 90% do público vacinável com a primeira dose e 80% com as duas doses, além de estarmos aplicando a dose de reforço após quatro meses. A confirmação de novos casos e a ocupação dos leitos seguem em baixa e a ocorrência de óbitos diminuiu consideravelmente e é justamente por isso que estamos sendo cautelosos, dada a impossibilidade de realizarmos, de maneira controlada, uma festa da magnitude do nosso Réveillon da Orla”, explicou.

Até segunda-feira (29), Aracaju vacinou 516.520 pessoas com a primeira dose, o que representa 92% das pessoas acima de 12 anos (o público vacinável) contra a covid-19. Destas, 447.795 pessoas já estão com o seu ciclo vacinal completo (ou seja, receberam as duas doses ou dose única), o que representa 80% do público acima de 12 anos. Além disso, 60.268 pessoas já receberam a dose de reforço.

Classificação Indicativa: Livre