BNews Nordeste

UTI neonatal e pediátrica de hospital em Campina Grande é interditada pelo Conselho Regional de Medicina

Reprodução/ClickPB

Fiscalização do CRM identiificou que quantidade de médicos é insuficiente para demanda

Publicado em 21/07/2022, às 15h46    Reprodução/ClickPB    Redação BNews

A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica e Neonatal do Hospital da Clipsi, em Campina Grande (PB), foi interditado eticamente. Segundo o CRM, a quantidade de médicos é insuficiente para a demanda de pacientes no local.

De acordo com o CRM-PB, além da quantidade de médicos atuando na UTI pediátrica e neonatal ser insuficiente para a quantidade de pacientes, é necessário que o hospital passe por uma "reestruturação física" e adquira novos equipamentos para conseguir atender a demanda.

"A interdição foi a melhor alternativa para que os pacientes tenham um atendimento mais adequado e seguro”, justificou Bruno Leandro de Souza, diretor de fiscalização do CRM-PB.

A interdição do CRM-PB tem prazo de 60 dias, e pode ser renovada ou suspensa, a depender das medidas tomadas pela administração da unidade. O hospital foi notificado sobre a interdição.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre