BNews Nordeste

Velório: Amigos e familiares se despedem do indigenista Bruno Pereira

Reprodução/TV Jornal

A cremação do indigenista será realizada na tarde desta sexta-feira no Cemitério Morada da Paz, na Grande Recife

Publicado em 24/06/2022, às 12h20    Reprodução/TV Jornal    Redação

O velório do indigenista Bruno Pereira está sendo realizado na manhã dessa sexta-feira (24) no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Grande Recife, para amigos e familiares. O corpo será cremado no período da tarde, no mesmo local, às 15h.O corpo chegou ao Recife na noite desta quinta-feira (23), após a conclusão da perícia pelo Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília.

De acordo com o site UOL, o corpo do indigenista chegou à Recife em um avião da Polícia Federal (PF) às 1h36 desta quinta-feira (23). O voo saiu de Brasília e teve uma parada no Rio de Janeiro, local onde o corpo de Dom Phillips foi entregue aos familiares do jornalista.

Leia mais:

Namorada de "Vicente Peru" é presa em Salvador acusada de liderar facção no Ceará

Criança vítima de estupro e grávida de gêmeos aguarda autorização para realizar aborto

Balão é encontrado na pista do Aeroporto

Bruno e o amigo, o jornalista britânico Dom Philips, foram assassinados na região do Vale do Javari, no Amazonas. A região é considerada a segunda maior terra indígena do País e foco de disputa entre garimpo, tráfico de drogas e roubo de madeira. "Sem dúvida, é uma perda que não tem como explicar o porquê de tudo isso. Como uma pessoa tão feliz com empatia gigantesca com seu povo desaparecer da pior forma que poderia acontecer. É inaceitável, principalmente, pela omissão de quem deveria se responsabilizar", disse um amigo de Faculdade de Bruno, Manoel Santos.

O indigenista deixou Pernambuco em meados dos anos 2000 para realizar o sonho de trabalhar na Amazônia contra os invasores das terras como, garimpeiros e madeireiros. Atuante como um defensor dos povos indígenas, Bruno era casado com a antropóloga Beatriz Matos e tinha três filhos. Indígenas pernambucanos também participam da solenidade de despedida.

Em nota, a Polícia Federal afirmou que as investigações sobre o caso continuarão. "Os trabalhos dos peritos do Instituto Nacional de Criminalística continuarão nos próximos dias concentrados na análise de vestígios diversos do caso”, disse o texto.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre