Polícia

Câmeras do ônibus em que PM foi morto na BR-324 não estavam gravando, diz SSP

Ação criminosa que também deixou outro passageiro morto ocorreu na noite de quinta-feira (27); sargento teria reagido

Publicado em 28/10/2016, às 12h15    Reprodução    Redação Bocão News

As duas câmeras do ônibus da linha 1387 que auxiliariam a polícia na captura dos criminosos que mataram o sargento da reserva da PM Gilberto Miranda de Andrade e o passageiro Josenildo dos Santos Rei, além de roubar outras pessoas, na noite de quinta-feira (27), não estavam gravando. A informação foi divulgada pela assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP).  
O delegado Odair Carneiro, coordenador da Força-Tarefa da Secretaria da Segurança Pública, que investiga morte de policiais, buscou o material ainda na noite de ontem (27), poucas horas após o crime, mas recebeu a informação da empresa proprietária do veículo. "Essas imagens nos ajudariam na busca pelos criminosos e serviriam também como provas no inquérito policial que já foi instaurado", contou Carneiro. 
Informou ainda que, apesar deste prejuízo, uma testemumha está no Departamento de Polícia Técnica (DPT) desde o início da manhã desta sexta-feira (28), passando informações para a confecção do retrato- falado dos bandidos. "Já ouvimos os depoimentos do motorista e do cobrador e estamos com equipes na rua colhendo mais detalhes", explicou Odair.
Investigadores do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (GERRC) também participam dando apoio às diligências e na troca de informações. 
Para o coordenador da unidade, Nélis Araújo, a falta das imagens atrasará o trabalho de elucidação do caso. "Aumentamos o número de prisões de assaltantes de ônibus este ano e a PM (Operação Gêmeos) também teve acréscimo nos números de produtividade. A polícia está atuando, mas precisamos de um comprometimento de todos os envolvidos", ressaltou.
Criado em agosto de 2016 pela SSP, o Comitê Integrado de Defesa doTransporte Rodoviário já pautou como  grande importância a necessidade da melhoria do sistema de câmeras nos ônibus.
Notícias relacionadas:

Classificação Indicativa: 18 anos