Polícia

Após exoneração, delegada Maria Selma alega inocência em supostas acusações

BNews

Em nota, delegada nega "acusações que circulam contra ela pelas redes sociais, comprometendo-se a comprovar a sua inocência"

Publicado em 08/09/2020, às 17h58    BNews    Redação BNews

Muito se especulou nos bastidores sobre a repentina exoneração da delegada da Polícia Civil, Maria Selma Pereira, da diretoria do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) na última sexta-feira (4). A Delegada afirmou que tinha dado entrada na aposentadoria e que estava de licença. 

Posteriormente, surgiram rumores de que Maria Selma estaria sendo acusada de irregularidades no exercício da profissão. Diante do fato,  a delegada, representada pelos advogados Sergio Habib e Thales Habib, nega as supostas "acusações que circulam contra ela pelas redes sociais, comprometendo-se a comprovar a sua inocência no curso do Inquérito Policial perante a Corregedoria da Polícia Civil e eventual ação no âmbito da Justiça Estadual, caso venha a ser instaurado".

Ainda de acordo com a nota, "tais acusações são inteiramente inverídicas e não se sustentam em provas, mas em meras suposições dentro desse discurso teórico que as acusações foram formuladas".

Matérias relacionadas:

Maurício Barbosa fala sobre exoneração e denúncia contra delegada Maria Selma

Classificação Indicativa: Livre