Polícia

Filho de ex-mulher de Bolsonaro é condenado por violência doméstica

Reprodução/ Redes sociais

Ivan tinha um cargo de confiança na Secretaria de Esportes do governo do Rio de Janeiro

Publicado em 16/09/2021, às 07h49    Reprodução/ Redes sociais    Redação BNews

O filho da ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi condenado por violência doméstica pela Justiça do Rio de Janeiro em abril deste ano. Ivan Valle, de 32 anos, é funcionário público e filho de Ana Cristina Valle, que também é mãe de Renan Bolsonaro, conhecido como o “filho 04” do presidente.

De acordo com informações do Metrópoles, o ex-enteado de Bolsonaro foi condenado a três meses e 15 dias de detenção, em cumprimento em regime aberto, além do pagamento de dois salários mínimos à vítima por danos morais.

Ele foi proibido por três vezes de se aproximar da ex-companheira depois de agredi-la em 2018. O caso ainda tramita na justiça e foi enviado na semana passada ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ).

Ivan tinha um cargo de confiança na Secretaria de Esportes do governo do Rio de Janeiro quando foi acusado de violência doméstica. Ainda de acordo com o Metrópoles, a condenação foi assinada em 20 de abril de 2021 pela juíza Adriana Ramos de Mello, do 1º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Rio de Janeiro.

CPI 

A ex-mulher de Bolsonaro terá que prestar depoimento na CPI da Covid-19 sobre indícios de relação com o suposto lobista Marconny Albernaz de Faria. O requerimento foi colocado em votação pelo vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodriges (Rede-AP), na tarde desta quarta-feira (15).

A suspeita é de que ela tentou influenciar no cargo de comando da Defensoria Pública da União (DPU), atendendo a um pedido do lobista. Trocas de mensagens comprovariam o acordo. 

Matérias relacionadas:

Renan Bolsonaro abriu empresa com ajuda de lobista de investigada pela CPI, mostram mensagens

Em vídeo, filho de Bolsonaro cospe água em mãe, que minimiza: "ele me respeita"

Bolsonaro compara fake news com "mentirinha para a namorada"; veja vídeo

Classificação Indicativa: Livre