Polícia

Médico assassinado em clínica na Bahia teria denunciado suspeito por pedofilia

Arquivo pessoal

Júlio Cesar também teria denunciado suposto autor do seu assassinato por violência doméstica

Publicado em 24/09/2021, às 20h46    Arquivo pessoal    Redação BNews

O assassinato do médico pediatra Júlio César Teixeira, de 44 anos, morto a tiros enquanto realizava atendimento em um consultório no munícipio de Barra, oeste da Bahia, na manhã desta quinta-feira (23), pode ter sido motivado por vingança. De acordo o site Teiq de Notícias, indícios apontam que o homem que invadiu a clínica e disparou contra o médico teria sido denunciado pela vítima pelos crimes de violência doméstica e abuso de menor. 

Leia mais:
Médica é encontrada morta dentro de hospital; causa da morte ainda é incógnita

Feira de Santana: Médico suspeito da morte da ex-companheira se apresenta à polícia

Um vídeo registrado por uma câmera de segurança da clínica mostra o momento em que um homem com um capacete na cabeça entra no consultório. Em seguida, os pacientes e acompanhantes, após ouvir os disparos, se desesperam e deixam o local. 

Assista:

O suspeito teria ficado revoltado com o médico e decidiu ir até o consultório onde a vítima trabalhava para realizar o crime. Após executar o profissional de saúde durante o exercício da sua função, o homem fugiu do local correndo.  

Nesta sexta-feira (24), um grupo de médicos lamentou o assassinato de Júlio César de Queiroz. O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) também já havia se manifestado sobre o caso por meio de uma publicação no site oficial, onde lamenta o ocorrido com o pediatra.

Familiares e amigos se reuniram, ainda nesta sexta-feira, para se despedir do médico. O sepultamento foi realizado durante a manhã, em Xique-Xique, cidade natal de Júlio César. O cortejo realizado para despedida do médico foi acompanhado por uma multidão.

Questionada pela reportagem se o assassinato do pediatra estaria ligado à suposta denúncia que a vítima fez contra o suspeito, a Polícia Civil informou que as investigações estão em fase inicial. “Não temos definição de motivação”, concluiu a PC em nota ao BNews.

Leia também:
Jogadores do Bahia se recusam a concentrar e dar entrevistas em protesto por salários atrasados

Vídeo: Acompanhado por cortejo, corpo de médico morto em clínica é sepultado em cemitério de Xique Xique

Rui demonstra preocupação com aumento de casos ativos da Covid-19: "Isso não é um bom sinal"

Acompanhe o BNews também nas redes sociais através do Instagram, do Facebooke do Twitter.

Classificação Indicativa: 10 anos