Polícia

Impunidade: assassinato de perito continua sem solução

Imagem Impunidade: assassinato de perito continua sem solução

A quase um mês do crime, ninguém foi preso

Publicado em 07/06/2013, às 07h34        Redação Bocão News (@bocaonews)

Ainda que com pista dos suspeitos, a polícia não conseguiu prender os autores do crime que tirou a vida do perito do Departamento de Polícia Técnica (PT), Noelder Oliveira, assassinado no dia 25 de maio, no bairro Dinah Borges, em Eunápolis.

A polícia informou que Noelder teria sido alvo de uma emboscada.O períto era primo do deputado federal Jânio Natal e irmão do gerente de comunicação institucional da Petrobras no Nordeste, Darcles Andrade.


Após a morte do perito, imagens de câmeras podem ajudar a Polícia Civil de Eunápolis a identificar os homens que cometeram o crime. A polícia também pediu a quebra do sigilo telefônico de Noelder, que foi assassinado com três tiros na cabeça.

O perito estava dentro do carro quando, segundo testemunhas, dois homens chegaram de moto e atiraram. O delegado Élvio Brandão disse que a polícia trabalha com duas hipóteses: Execução ou latrocínio.

De acordo com a polícia, horas antes do crime uma pessoa ligou para Noelder interessado em comprar uma casa que ele estava vendendo no local onde foi morto. O celular de Noelder está sendo analisado pela polícia.

Quatro testemunhas já foram ouvidas, entre elas uma pessoa que presenciou o crime.

Tipo de pistola pode ajudar na investigação

A cápsula encontrada dentro do carro de Noelder, segundo a perícia, é de uma pistola 765. Para a Polícia Civil, Noelder foi a terceira vítima de uma arma desse calibre na cidade de Eunápolis este ano. Agora os investigadores vão analisar os dois casos e fazer comparações para ver se há relação entre os homicídios e quem são os possíveis autores do crime. 

'São poucos os crimes provenientes de pistolas 765 e o trabalho técnico poderá ajudar na elucidação do crime', frisou o delegado. O corpo de Noelder, que trabalhava na Polícia Técnica há sete anos e também era formado em agronomia, foi velado na Câmara Municipal de Porto Seguro e enterrado no cemitério da cidade na manhã de domingo (26). Ele deixou mulher e dois filhos.

VÍDEO MOSTRA IMAGENS DO DIA DO CRIME QUE VITIMOU NOELDER





Classificação Indicativa: Livre