Polícia

Justiça decreta prisão preventiva de advogado que espancou procuradora no interior de SP

Reprodução/Vídeo

Polícia Civil foi a responsável pela emissão do pedido de prisão do homem

Publicado em 22/06/2022, às 17h46 - Atualizado às 17h48    Reprodução/Vídeo    Redação BNews

O procurador Demétrius Oliveira de Macedo, que agrediu fisicamente a procuradora-geral Gabriela Samadello, no interior de São Paulo, teve pedido de prisão aberto em seu nome aberto na Justiça pela Polícia Civil. Mais cedo nesta quarta-feira (22), Demétrius teve seu salário suspenso e um processo administrativo aberto pedindo sua exoneração.

Em nota a Polícia Civil divulgou que o delegado Daniel Vaz Rocha representou pela prisão do acusado. Ainda de acordo com a nota, o acusado “vem tendo sérios problemas de relacionamento com mulheres no ambiente de trabalho, sendo que, em liberdade, expõe a perigo a vida delas, e consequentemente, a ordem pública”.

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), visitou os municípios de Peruíbe e São Vicente na manhã desta quarta-feira (22), e comentou sobre o caso.

“A agressão do procurador a uma colega não ficará impune. Que a Justiça faça a sua parte e puna todo e qualquer covarde que agrida uma mulher”, disse o governador.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre