Polícia

Briga em Lauro de Freitas sobra até para dono de bar, que leva facadas sem motivo; entenda

Reprodução/ vídeo
Nesta sexta-feira (05) a equipe do BNews acompanhou o dono de bar na 23ª Delegacia Territorial (23ª/DT) onde ele registrou a ocorrência  |   Bnews - Divulgação Reprodução/ vídeo

Publicado em 05/07/2024, às 19h54 - Atualizado às 20h14   Fabio Gomes e Letícia Rastelly



Tudo ia bem no bar de ‘Seu Raimundo’ (nome fictício), em Lauro de Freitas, na madrugada da última terça-feira (02), até um grupo de amigos chegar no estabelecimento. Com eles, havia uma mulher que tinha se relacionado com um policial militar reformado, que também estava no bar.
Conversa vai, conversa vem, o PM resolveu cochichar algo com a mulher em questão, o que não foi bem visto pelo então companheiro dela, gerando uma briga, na qual o militar reformado acabou apanhando. Depois disso, ele foi até o carro, buscou uma arma e briga continuou até eles serem separados.
O PM foi embora e o casal também. Entretanto, ao que soube, o companheiro da mulher teria sido agredido por um grupo de homens na esquina do bar. Tempos depois ele voltou ao estabelecimento acompanhado de seu irmão, que foi até ‘Seu Raimundo’ para comprar cigarros. 
Essa teria sido a desculpa para se aproximar do proprietário. O homem em questão, teria questionado, onde estava sua sandália, ao que ‘Seu Raimundo’ não soube lhe dizer. Foi nesse momento que ele passou a acusar o dono do bar de participar do ataque a ele, o que foi negado pelo empresário que, até então, não tinha saído do seu estabelecimento.
Foi nesse momento que, após receber o pagamento dos cigarros, o proprietário do bar foi atender uma mesa e só percebeu um “vulto se movimentando”. Eram os irmãos que estavam armados com faca e passaram a lhe desferir diversos golpes e, depois, fugiram.  ‘Seu Raimundo’ foi levado ao Hospital Menandro de Farias, onde foi atendido. 
Nesta sexta-feira (05) a equipe do BNews o acompanhou à 23ª Delegacia Territorial (23ª/DT) onde ele foi prestar queixa contra os seus agressores. Confira na reportagem de Fábio Gomes o depoimento do empresário.

Classificação Indicativa: Livre

FacebookTwitterWhatsApp