Polícia

Falso policial utilizava fardas e inventava histórias para conciliar namoradas

Reprodução/Redes Sociais

O falso policial dizia para as namoradas que estava atrás do serial killer Lázaro

Publicado em 03/07/2022, às 12h23    Reprodução/Redes Sociais    Redação BNews

Conhecido como ‘’policial Don Juan”, o Samuel Carlos da Silva Batista, 31, utilizava várias fardas e uniformes das polícias militares do DF, de Goiás e de policial penal goiano para iludir mulheres com quem se relacionava. De acordo com o Metrópoles, o estelionatário amoroso inventava também histórias para conciliar suas diversas relações, como que estava caçando o serial killer Lázaro. 

Ainda conforme a publicação, uma de suas vítimas, uma empresária de Ceilândia, perdeu R$ 26 mil durante dois anos de relacionamento com Samuel. O falso policial incorporava o personagem e todos que o cercavam, a exemplo de amigos e familiares, acreditavam que ele integrava as forças da segurança pública. 

“Ele é tão picareta que chegava ao ponto de voltar para casa e tomar remédio para carrapato, além de entregar a farda toda suja e cheia de carrapicho pedindo para que eu lavasse”, desabafou a vítima.

Siga o Tiktok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre