Polícia

Homem morto na Boca do Rio voltava do trabalho e era pai de três filhos

Montagem BNews

Na Boca do Rio, outras duas pessoas foram baleadas, uma delas não resistiu

Publicado em 28/03/2022, às 08h35    Montagem BNews    Redação BNews

Na madrugada deste domingo (27), um grupo formado por pelo menos seis homens armados foi responsável por atirar em três pessoas no bairro da Boca do Rio, em Salvador. As vítimas são uma jovem de 17 anos, o sobrinho dela de cinco, que sobreviveu ao ataque, e Renato Andrade de Sousa, de 33. De acordo com o pai dele, o homem trabalhava em uma empresa de produção de salgados e voltava do trabalho quando foi morto.

Renato morreu na Rua Lavínia Magalhães. “Ele não se envolvia com nada, nascido e criado aqui, na Boca do Rio, bastante extrovertido e com muitas amizades, muito brincalhão mesmo. Infelizmente, aconteceu isso”, comentou o pai, em entrevista à TV Bahia, na manhã desta segunda-feira (28).

Segundo o familiar, ele morava em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), e trabalhava na Boca do Rio. No dia do crime, Renato deixou o serviço, foi até um ponto de ônibus na orla, mas acabou desistindo de retornar para casa, após não conseguir o transporte. No retorno para a residência dos pais, que moram no bairro, ele foi atingido por projéteis de arma de fogo.

Leia também:

“Como não conseguiu o ônibus na orla, ele estava retornando para minha casa, mas infelizmente o destino não deixou [...] Ele estava com a mochila nas costas, documentos e farda, tudo dentro da mochila”, completou o pai.

A vítima era casada e pai de três filhos. Uma delas, uma garota de dois anos,  quejá sente a ausência do pai: “Ela não para de falar: ‘pai, pai, pai’. Infelizmente é isso”, finalizou o pai de Renato.

A outra vítima, de 17 anos, estava no posto de trabalho, uma barraca de cachorro quente, quando foi baleada. O crime aconteceu na mesma rua onde Renato foi morto. Uma das balas atingiu a perna do sobrinho da adolescente. A criança foi socorrida e encaminhada para o Hospital Geral do Estado (HGE) e já recebeu alta médica.

Siga o BNews  no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão

Classificação Indicativa: Livre