Polícia

Homem que matou idosa no Itaigara prestou serviço dias antes do crime para vítima

Arquivo Pessoal / PC-BA

Publicado em 19/05/2022, às 11h16    Arquivo Pessoal / PC-BA    Redação

O homem suspeito de matar a idosa Rita Maria Britto Fragoso e Silva, de 64 anos, no Itaigara, em Salvador, prestou serviços para a vítima no apartamento dela dias antes do crime. O homem foi preso, nesta quinta-feira (19), no bairro do Arraial do Retiro, na capital baiana.

Segundo a coordenadora da 1a DH/Atlântico, delegada Pilly Dantas, o autor já havia realizado serviços de marcenaria no local do crime. “A idosa contratou uma empresa, meses atrás, para fazer os serviços no apartamento. Este marceneiro, que foi encaminhado para efetuar o serviço, teve acesso novamente ao imóvel para cometer o crime”, detalhou.

De acordo com a Polícia Civil, o homem confessou o latrocínio e alguns pertences roubados por ele já haviam sido vendidos. “Recuperamos o notebook, com uma terceira pessoa que havia comprado na mão do autor”, complementou a delegada. O criminoso passará por exames de lesões e seguirá à disposição do Poder Judiciário.

Crime
O corpo da idosa foi encontrado em estado de decomposição no apartamento da vítima, por um sobrinho dela, no último dia 14. A família não conseguia contato desde o dia 12. No apartamento, familiares não encontraram sinais de arrombamento.

No local, alguns pertences não foram encontrados pelos parentes. A polícia não especificou os itens, mas familiares relataram que alguns documentos, um notebook e o celular de Rita Maria foram levados do imóvel.

Ainda de acordo com os parentes, a porta do quarta onde o corpo foi encontrado estava trancada, assim como a porta principal do apartamento. Eles disseram também que o fio encontrado no pescoço da vítima era de um carregador de celular.

Classificação Indicativa: Livre