Polícia

Mãe e madrasta vão a júri popular por tortura e morte de Ketelen

Reprodução Arquivo Pessoal

A criança morreu cinco dias depois de chegar ao hospital

Publicado em 20/07/2022, às 16h48    Reprodução Arquivo Pessoal    Redação Bnews

A Justiça decidiu que a mãe e a madrasta da menina Ketelen Vitoria da Rocha, de 6 anos, vão a júri popular. A sessão foi marcada para o dia 19 de outubro de 2022.

Elas são acusadas de espancar a criança até a morte, em abril de 2021, em Porto Real, no Sul Fluminense. 

Gilmara de Farias e a companheira, Brena Luane Nunes, aplicaram socos, chutes, pisões e chicotadas, além de terem jogado a garota de um barranco de cerca de 7 m de altura.

Após ser vítima de violência durante três dias, Ketelen foi levada ao hospital, onde morreu cinco dias depois. O motivo para as agressões e sessões de tortura seria o fato de Ketelen ter bebido leite sem pedir autorização à mãe e à madrasta.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre