Polícia

‘Você se sente impotente, amanhã pode ser meu filho’, relata amigo da família de Cristal

Arquivo pessoal

Corpo de Cristal se encontra no IML e será liberado

Publicado em 02/08/2022, às 13h02    Arquivo pessoal    Redação BNews

O amigo da família de Cristal Rodrigues Pacheco, de 15 anos, que foi morta na manhã de terça-feira (2), se emocionou ao falar sobre o assassinato da adolescente em frente ao Passeio Público, no Centro da cidade de Salvador. João afirmou que a família está destruída. “Você se sente impotente. Essa dor que estou sentindo é de pai mesmo, uma dor que não tem dimensão.

"Nós não estamos preparados para enterrar os nossos filhos, a gente está programado para os filhos enterrarem os pais", relatou o homem em entrevista ao Balanço Geral, na RecordTV Itapoan.

Durante a entrevista, o homem relata que Cristal estudou desde pequena com o seu filho e como a amizade com os pais da vítima cresceu ao decorrer dos anos. João falou que quando chegou à casa do pai da adolescente não tinha palavras para consolar o amigo. "Eu cheguei na casa do Sérgio, vou dizer o que pra Sérgio? Só pude dar um abraço nele", relatou em frente ao Instituto Médico Legal (IML), onde o corpo de Cristal está para ser liberado.

Muito emocionado, Fábio falou ainda sobre a insegurança na cidade: "Hoje foi Cristal, amanhã pode ser um filho meu, amanhã pode ser a minha pessoa, amanhã pode ser o seu filho, que está me assistindo. Eu não quero, pai, que você sinta a dor que o meu amigo está sentindo, eu não quero, mãe, que você sinta a dor que a Sandra está sentindo".

O homem contou que a distância da casa da vítima para a escola era muito pequena, mas mesmo assim a mãe da adolescente a levava todo dia para a escola, por medo da insegurança do local, onde acontecem assaltos frequentemente.

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre