Política

Relator da CPI afirma que encontro com Bolsonaro não é recomendável: "tenho que manter a isenção"

[Relator da CPI afirma que encontro com Bolsonaro não é recomendável: "tenho que manter a isenção"]
03 de Maio de 2021 às 08:52 Por: Arquivo/Agência Brasil Por: Redação BNews

O relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que não foi procurado pelo presidente Jair Bolsonaro após o chefe de executivo ligar para o governador de Alagoas, Renan Fiilho, e de se encontrar com o ex-presidente José Sarney, num gesto do governo ao MDB. Calheiros disse que, de qualquer forma, este não é o momento para um eventual encontro com o presidente da República. As informações são do blog do Camaroti, do site G1.

"Da mesma forma que não é recomendável eu me encontrar com o ex-presidente Lula, também não é recomendável um encontro com o presidente Bolsonaro. Como relator, tenho que manter a isenção", afirmou o relator que acrescentou que está aberto ao diáloog, menos com o ministro Onyx Lorenzoni. "Recebo com prazer qualquer interlocutor do governo, menos Onyx Lorenzoni", disse.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência foi um dos principais articuladores do nome de Davi Alcolumbre na disputa com Renan pela presidência do Senado em 2019.]

Renan criticou ainda o que considera uma estratégia do governo para tirar o foco das investigações da CPI. "O jogo deles é levar as investigações para os estados. O ministro da Justiça está se autoconvocando, porque quer usar a PF como polícia política". afirmou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar