Política

Sessão da CPI é suspensa após bate-boca entre Otto Alencar e Eduardo Girão; assista

Edilson Rodrigues/Agência Senado

Discussão começou após o senador baiano chamar de "charlatão" médicos que prescrevem medicamento sem eficácia comprovada para Covid e ser contestado por Girão

Publicado em 18/05/2021, às 13h54    Edilson Rodrigues/Agência Senado    Léo Sousa

A sessão desta terça-feira (18) da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid precisou ser suspensa por cerca dez minutos após uma discussão entre os senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Eduardo Girão (Podemos-CE).

O bate-boca começou após o parlamentar baiano criticar o baixo número de vacinados com primeira e segunda dose contra o novo coronavírus no País.

Otto também chamou de "charlatão" médicos que prescrevem medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid-19.

Girão pediu para responder e contestou os números da vacinação apresentados pelo colega. O parlamentar afirmou que Alencar estava sendo mentiroso "ao dizer que tem gente que morre com medicamentos que existem há décadas".

“Hoje de manhã você se olhou no espelho. Por isso, está me chamando de mentiroso agora”, reagiu Otto. Girão afirmou, então, que o senado estaria incomodado porque ele quer investigar o Consórcio Nordeste e o governo da Bahia.

“Investigue. Tenho vida limpa”, respondeu Alencar, após afirmar que quem "prescreve medicação sem ser médico é charlatão mesmo", em referência ao senador do Podemos.

Assista:

Classificação Indicativa: Livre