Política

Prefeitos fazem articulação por permanência de Tereza Paim na Sesab 

[Prefeitos fazem articulação por permanência de Tereza Paim na Sesab ]
27 de Agosto de 2021 às 07:46 Por: Vagner Souza / BNews Por: Victor Pinto

Os prefeitos presidentes dos Consórcios de Municípios de quatro regiões baianas aproveitaram a concentração de autoridades durante a visita do ex-presidente Lula (PT) na Policlínica de Narandiba, no Doron, em Salvador, para articular uma possível permanência de Tereza Paim a frente da secretaria da Saúde do Estado. 

Os principais entusiastas do movimento ouvidos pelo BNews na quinta-feira (26) são os prefeitos Cassinho (Nova Soure) - presidente do consórcio Nordeste II (Pombal); Dr Luciano (Euclides da Cunha) - Consórcio do Sisal (Serrinha); Humberto Gomes (Chorrochó) - Consórcio Regional de Paulo Afonso e Fidel Dantas (Aramari) - Consórcio Litoral Norte e Agreste Baiano (Alagoinhas).

Tereza, antes subsecretaria, assumiu o posto após o pedido de exoneração de Fábio Villas Boas. A permanência da titular da pasta é incerta, inclusive ela tem trabalhado duro nas últimas semanas sem um subsecretário para apoio e sem chefe de gabinete

LEIA MAIS: Subsecretária da Saúde da Bahia confirma desativação do Hospital de Campanha na Fonte Nova

Nos bastidores corre a informação da nomeação de um quadro de perfil técnico com um cunho mais político. Esse tem sido o fiel da balança. O nome do ex-ministro da Saúde, Artur Chioro, chegou a ser ventilado, mas o médico teria declinado do convite. Há quem diga que a indicacão ficará a cargo do senador Jaques Wagner (PT) pelo entendimento de assentar alguém na cadeira que venha continuar na gestão, caso o grupo consiga se reeleger nas urnas de outubro do próximo ano. 

Contudo, essa articulação da ida de um nome de fora não tem agradado. O prefeito Fidel (foto) foi um desses que deixou claro esse inconformismo. 

“O movimento dos presidentes dos consórcios está em defesa do nome da da manutenção do nome de Tereza Paim para a secretaria da Saúde do Estado em razão do mérito dela na condução desde o assessoramento do ex-secretário Fábio, do tratamento, na relação política, na propriedade do conhecimento dos assuntos da saúde em todo o Estado e isso credencia a ela como a mais preparada no momento para executar o planejamento que vem sendo feito pelo Governo nos últimos anos. Uma temeridade e um grande risco trazer nesse momento ainda mais no enfrentamento de uma pandemia e de todos os detalhes que isso percorre alguém que não conhece a Bahia, alguém que não tem a propriedade política dos deputados, dos prefeitos e das regiões todas que compõe o sistema”, disse ao BNews.

No evento da policlínica os prefeitos aproveitam para conversar com Paim. Outro alvo do assédio foi o secretário de Relações Institucionais, Luiz Caetano, que ouviu a demanda, mas preferiu ficar isento nesse primeiro momento e registrar o pleito. 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar