Política

Olívia pede ação do MPT em caso de doméstica: 'Classe média e alta burguesia acham que estão no século 18'

Vagner Souza / BNews

Publicado em 01/09/2021, às 12h02    Vagner Souza / BNews    Brenda Viana e João Brandão

Presente no protesto contra a violência sofrida pela trabalhadora doméstica Raiana Silva, que sofreu violência doméstica e cárcere privado, a deputada estadual Olívia Santana (PCdoB) pediu apoio do Ministério Público do Trabalho para fiscalizar "esse tipo de relação trabalhista".

"Volta e meia acontece situações como essa. Significa que é necessário sim uma ação do Ministério Público do Trabalho. Os trabalhadores domésticos são mais vulneráveis em relação ao trabalho escravo", afirmou.

Para a deputada, "a classe média e alta burguesia acham que estão no século 18. "Não compreendem a lei", completou.

Leia mais:

‘Ela tomou meu celular, tirou o fio do interfone, me trancou no banheiro’, detalha babá que se jogou de prédio no Imbuí

Empregada doméstica se joga de prédio no Imbuí para fugir de cárcere privado

Classificação Indicativa: Livre