Política

Com interesse de Leão no governo, secretário do PP acredita que candidatura de Rui ao Senado fortalece chapa em 22

Victor Pinto

Publicado em 14/09/2021, às 15h30    Victor Pinto    Victor Pinto

Sem esconder seu interesse em ver João Leão (PP), seu grande aliado, governador da Bahia nos oito últimos meses do próximo ano, o secretário geral do PP baiano, Jabes Ribeiro (PP), acredita que o nome de Rui Costa (PT) seria crucial para ocupar a vaga do Senado na chapa de 2022. 

Caso isso ocorra, o petista renunciaria o mandato de governador e assim concorreria no pleito, fato que deixaria João Leão como mandatário do Palácio de Ondina. 

“Rui tá bem avaliado na Bahia, com 70% de avaliação, podemos chegar no momento nos próximos dias que seja necessário Rui na chapa para contribuir com a eleição. Regra geral o governador puxa o senador, mas você pode ter uma noção de que o governador esteja tão bem que ele no Senado possa puxar, contribuir com a vitória. Já ouvi muita gente falando isso. Esse é possibilidade real”, afirmou ao BNews durante uma entrevista exclusiva no fim de semana.

“Leão, neste caso, estaria comprometido em cumprir o restante do mandato contribuindo com a vitória do grupo. Leão tem na chapa duas possibilidades ou numa possibilidade de Rui ir pra chapa ele assumir o governo. Não H que a gente ver que o melhor caminho é esse vai ter que todo mundo ceder um pouco”, completou. 

Contudo, Rui chegou a deixar claro que por sua vontade ficaria no final do mandato e só seria demovido dessa possibilidade se o grupo assim quisesse. Há comentários nos bastidores da resistência de um núcleo petista receoso com a provável assunção de Leão ao poder com o vácuo deixado por Rui, que precisaria renunciar. 

A entrevista completa com Jabes Ribeiro ao BNews você acompanha clicando aqui

Classificação Indicativa: Livre