Política

CPI da Pandemia desiste de ouvir ex-esposa de Bolsonaro

Divulgação

Publicado em 17/09/2021, às 14h15    Divulgação    Redação BNews

A cúpula da CPI da Pandemia, no Senado, não pretende mais ouvir Ana Cristina Valle, ex-esposa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O pedido de convocação foi aprovado na quarta-feira (15), sem a presença do presidente Omar Aziz (PSD-AM) e com sessão esvaziada. As informações são de O Antagonista.

No momento da aprovação da convocação, a CPI era presidida pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Os próprios integrantes do chamado "G7" - grupo formado por senadores de oposição a Bolsonaro e independentes - foram surpreendidos com a atitude do parlamentar.

Leia também: Em decisão, ministro do STF diz que vê indício de ilicitudes em contrato do governo para compra da Covaxin

PF faz busca e apreensão na sede da Precisa a pedido da CPI, diz Randolfe

Na avaliação dos integrantes da CPI, o depoimento da ex-esposa do presidente pouco ou nada contribuiria com as investigações. Além disso, há o receio de que a opinião pública entenda que a oitiva tenha o único objetivo de perseguir Bolsonaro politicamente.

De acordo com a reportagem, os senadores podem mudar de ideia apenas se surgir, até o encerramento dos trabalhos, um “fato novo extremamente grave” que ligue Valle ao possível esquema de corrupção envolvendo a Precisa Medicamentos.

Matérias Relacionadas

Advogado nega ser sócio oculto da empresa garantidora da compra da Covaxin

Classificação Indicativa: Livre