Política

Após Eduardo Leite reduzir ICMS da gasolina no RS, Adolfo Viana sugere que Rui faça o mesmo na Bahia

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Publicado em 17/09/2021, às 15h39    Vinicius Loures/Câmara dos Deputados    Redação BNews

Após o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciar a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis, o deputado federal Adolfo Viana (PSDB) sugeriu ao chefe do Executivo da Bahia, Rui Costa, que avalie adotar as mesmas medidas, devido ao alto preço da gasolina nos postos.

“Medidas boas merecem ser avaliadas e, se possível, replicadas, independente da coloração partidária. O que vale, no final das contas, é ajudar a diminuir o peso no bolso do povo, que já sofre tanto por causa da pandemia”, disse Adolfo Viana.

Leia também: ICMS é reduzido como incentivo à produção de cerveja à base de laranja em Sergipe

Bolsonaro diz que levará briga sobre ICMS de combustíveis ao STF

A alíquota no Rio Grande do Sul, que é de 30%, passará a 25% no início do ano que vem. Na Bahia, o preço médio de revenda da gasolina é R$ 6,062, um dos mais caros do Brasil, de acordo com dados da Petrobras.

Classificação Indicativa: Livre