Política

Renan adia entrega do relatório final da CPI da Covid para outubro

Arquivo / BNews

Senador afirmou que vai propor o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por crimes comum e de responsabilidade

Publicado em 20/09/2021, às 13h38    Arquivo / BNews    Redação BNews


O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), adiou a entrega do relatório final da CPI para o início de outubro. A previsão inicial da apresentação era próxima sexta (24).  
“Senadores querem novos depoimentos, principalmente com as novidades trazidas sobre a Prevent Senior e a Precisa. Então, o meu relatório, que está quase pronto, será apresentado após o último depoimento, em outubro”, disse Renan Calheiros, ao jornalista Valdo Cruz, do G1. 

O senador afirmou que vai propor o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por crimes comum e de responsabilidade. Renan Calheiros afirmou que pedirá o indiciamento pelo fato do presidente não levar aos órgãos de investigação a denúncia sobre irregularidades na compra da vacina Covaxin. No documento também deve constar que o presidente negou a gravidade da pandemia e apoiou práticas condenadas por cientistas, com o uso de medicamentos ineficazes no combate à doença.

Matérias relacionadas:

Vereadora de Salvador envia representação ao MP e pede que ministro da Educação seja condenado por improbidade

Ministro direciona R$ 1,4 mi de "orçamento secreto" para obra próxima a terreno onde lançará condomínio privado

Direto de Brasília: Senador de Sergipe alega que Bolsonaro foi o vetor de contaminação da Covid na pandemia

Classificação Indicativa: Livre