Política

"Auxílio Brasil começa a ser pago em Novembro", confirma Ministro da Cidadania

Divulgação

Bolsonaro já havia anunciado que o valor será de R$400

Publicado em 20/10/2021, às 15h56    Divulgação    Tamirys Machado

O ministro da Cidadania João Roma confirmou nesta quarta-feira (20) que o Auxílio Brasil começa a ser pago em novembro deste ano. “Integrando políticas sociais, para oferecer uma teia de proteção social para população em vulnerabilidade”.  

Segundo ele, o programa permanente terá reajuste de 20%. “O programa permanente oscila, tem abaixo de R$100 até acima de R$500 . O presidente Bolsonaro demandou que, a todos que fazem parte da pobreza e extrema pobreza, que estão no cadastro Único, através do SUAS, nenhuma dessas famílias receba menos que R$400 reais”, afirmou, em anúncio oficial, em Brasília. O Programa Permanente que o ministro se referiu é o atual Bolsa Família. 

Leia também 

Imbróglio no valor do Auxílio Brasil derruba sessão na Câmara e “causa crise no seio do governo”, avalia deputada

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em janeiro

O governo criará um benefício temporário até o final de 2022 para chegar ao valor de R$400. Roma ainda falou sobre a acusação do anúncio ter cunho eleitoral, visando o pleito de 2022. “O Auxílio Brasil nada tem de eleitoreiro e sim transformador, que visa emancipar o cidadão. Vai chegar mais fortalecido a esse público e ampliar, uma vez que, até dezembro vamos zerar a fila [pessoas que não estão recebendo o Bolsa Família]”. 

Conforme João Roma, hoje o Bolsa Família atende a 14,6 milhões de pessoas. “ Vamos chegar a quase 17 milhões”. 

O ministro ressaltou, também, que o programa seguirá “de mãos dadas com a responsabilidade fiscal”, dentro do teto de gasto. 

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Relacionadas: 

Relator do IR, Coronel ataca texto e ameaça plano de Guedes para Auxílio Brasil
Bolsonaro quer que Auxílio Brasil chegue a R$ 400

Classificação Indicativa: Livre