Política

Em meio à abertura de CPI, presidente da Coelba vai se reunir com deputados na AL-BA

Arquivo BNews

Segundo fontes do BNews, entre as principais queixas estão os apagões no interior da Bahia, insatisfação dos quilombolas

Publicado em 04/11/2021, às 18h08    Arquivo BNews    Tamirys Machado, Eliezer Santos e Pedro Vilas Boas

Integrantes da base governista na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) articulam uma reunião para a próxima quarta-feira (10), às 10h, para discutir desdobramentos do pedido de abertura de CPI na Casa contra o grupo Neoenergia Coelba. O diretor presidente da empresa, Luiz Antonio Ciarlini, deve participar do encontro.

A proposta da comissão já tem o apoio de 31 deputados, 10 a mais que o mínimo necessário, conforme noticiado com exclusividade pelo BNews nesta quinta-feira (4). O colegiado será composto por oito membros titulares e 4 suplentes.  

A Coelba é uma empresa privada controlada pelo grupo espanhol Neoenergia/Iberdrola. Segundo fontes do BNews, entre as principais queixas estão os apagões no interior da Bahia e Salvador, insatisfação de comunidades quilombolas, dentre outros. O deputado estadual Tum (PSC), autor do pedido de CPI, justifica que “há pouca transparência na composição dos preços cobrados aos baianos, falta dos cumprimentos dos "prazos e custos nas solicitações de ligação”, além de questionar os valores milionários para viabilizar o fornecimento de energia".

Os parlamentares também questionama a falta de um plano de expansão da rede, para atender novas localidades, incluindo ligações do programa Luz para Todos. A comissão foi apoiada por outros 31 deputados e será composta por oito membros titulares e 4 suplentes.

Leia Também:

Após temporal com ventania, região da Av. Tancredo Neves fica sem energia elétrica

Deputados acionam a Justiça para pedir instalação de CPI da Covid

Classificação Indicativa: Livre