Política

Bolsonaro avalia que formação militar foi 'mais difícil' que ser presidente

Marcos Corrêa/PR

Durante seu discurso, Bolsonaro usou a expressão "nosso Exército" - diferente de  diversos momentos neste ano, quando falou em "meu Exército". Esta foi a primeira vez, em 210 anos, que foram formadas também Aspirantes a Oficial - um total de 23 mulheres.

Publicado em 27/11/2021, às 13h57    Marcos Corrêa/PR    Redação BNews

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste sábado (27), durante formatura de 391 cadetes do 4º ano da Turma Dona Rosa da Fonseca, em Resende, Rio de Janeiro, que sua formação militar foi mais difícil do que ocupar a Presidência. 

De acordo com informações do portal UOL, na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) - onde Bolsonaro se formou em 1977. 

"Eu até hoje guardo os ensinamentos que aqui aprendi. Em momentos difíceis à frente da Presidência, vejo o que passei por aqui [na Aman] e me conforto dizendo 'aqui foi mais difícil'. Quem passa por aqui, quem tem essa formação, sabe das dificuldades", disse ele.

Durante seu discurso, Bolsonaro usou a expressão "nosso Exército" - diferente de  diversos momentos neste ano, quando falou em "meu Exército". Esta foi a primeira vez, em 210 anos, que foram formadas também Aspirantes a Oficial - um total de 23 mulheres.

"Agradeço em grande parte tudo o que tenho ao nosso Exército brasileiro. Essa formação marca a vida de todos nós, essa formação nos fará vencer obstáculos", disse o presidente. Bolsonaro concluiu seu pronunciamento com o lema "Deus, pátria e família".

O mote foi imortalizado pelo integralismo, movimento brasileiro influenciado pelo fascismo europeu.

Além de Bolsonaro, estavam presentes o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB); o ministro da Defesa, general Braga Netto; o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno; e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, general Luiz Eduardo Ramos.

Leia Também

Morre Cris Barros, presidente municipal do PSOL

Chile se prepara para oferecer 4ª dose de vacina contra Covid em 2022

AL-BA mantém alienação do Centro de Convenções em pauta para próxima terça

Blogueiro critica Airbnb após ter reserva cancelada na Bahia; entenda

Classificação Indicativa: Livre